PUBLICIDADE
Logo do Santos

Santos

Favoritar Time

No ano do Brasileirão Rei, Santos decepciona e amarga o pior capítulo de sua história

7 dez 2023 - 07h08
Compartilhar
Exibir comentários

Um ano que era para ser de homenagem ao maior ídolo do futebol acabou sendo o ano mais triste da história do Santos. Pela primeira vez ao longo de seus 111 anos, o Peixe foi rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro.

Foto: Raul Baretta/Santos FC / Gazeta Esportiva

O time paulista encerrou a competição na 17ª colocação, com 43 pontos. A equipe de Marcelo Fernandes dependia apenas de si para escapar, mas não foi capaz de superar o Leão. Atrelado a isso, Vasco e Bahia venceram os seus respectivos embates e se livraram.

O Santos viveu um ano muito conturbado. Ao longo de toda temporada, o time sofreu com resultados negativos e eliminações. No Campeonato Paulista, por exemplo, a então equipe de Odair Hellmann foi eliminada ainda na primeira fase, assim como na Sul-Americana. Na Copa do Brasil, a queda foi nas oitavas de final.

Já no Campeonato Brasileiro, o Alvinegro Praiano sofreu ao longo das 38 rodadas. O clube largou o torneio com dificuldades. Não à toa, foram nove derrotas já no primeiro turno. A efeito de comparação, o Palmeiras, que se consagrou campeão, foi derrotado apenas oito vezes ao longo de toda a campanha.

Em meio aos resultados negativos, a direção tentou se movimentar e mudou o comando técnico. Odair Hellmann foi demitido no fim do primeiro turno para a chegada de Paulo Turra, que durou apenas sete jogos. A alternativa foi Diego Aguirre, que também pouco permaneceu na Vila Belmiro.

Na reta final do Brasileirão, Marcelo Fernandes foi a aposta da diretoria. O auxiliar estreou com uma improvável vitória de virada sobre o Bahia e reanimou o elenco. Começou, então, uma arrancada.

Empurrado pela torcida, que firmou um pacto de não abandonar o time, o clube conquistou triunfos de peso, contra Vasco, Palmeiras e Flamengo. Nem mesmo uma amarga derrota de 7 a 1 para o Internacional abalou o grupo e os fãs, que seguiram apoiando fielmente o time do coração, seja em jogos na Vila Belmiro ou em outros Estados.

Entretanto, faltou fôlego na reta de chegada. O Alvinegro Praiano caiu muito de rendimento e não teve forças para vencer nenhum dos seus últimos cinco compromissos.

Assim, o Santos, que já ergueu o troféu do Campeonato Brasileiro oito vezes ao longo da sua história de 111 anos, jogará a Série B pela primeira vez em 2024.

A queda, aliás, acontece justamente no primeiro ano após a morte de Pelé, na temporada do Brasileirão Rei.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Publicidade