PUBLICIDADE
Logo do

Santos

Meu time

Diniz faz ajustes no Santos para buscar retomada no Brasileirão contra o Atlético-GO

Treinador quer time mais estável na defesa para equipe conseguir ensaiar recuperação na competição

25 jul 2021 05h10
| atualizado às 05h10
ver comentários
Publicidade

Trocar o pneu com o carro andando. É dessa maneira, acertando o time em meio às competições, que o técnico Fernando Diniz pretende deixar o Santos de fato na briga pelo título do Brasileiro. E o desafio imediato para colocar a estratégia em prática é o jogo deste domingo, contra o Atlético-GO, às 18h15 na Vila Belmiro. A constatação do treinador foi feita após a classificação para as quartas de final da Copa Sul-Americana no meio de semana após empate fora de casa diante do Independiente.

"Temos coisas a corrigir de maneira muito clara. O nosso time tem que saber se proteger melhor. Não podemos dar tantas chances ao adversário na partida", afirmou o treinador.

Com 16 pontos em 12 rodadas, o treinador sabe que um novo tropeço dentro de casa pode afetar a confiança do grupo. No entanto, ele quer trabalhar essas deficiências para tornar o time mais decisivo nos 90 minutos.

A irregularidade da equipe está espelhada em sua campanha. Quatro vitórias, quatro empates e quatro derrotas.

Para o duelo contra os goianos, Diniz pretende manter a base do time que empatou com o Independiente na Argentina. Madson e Sánchez tiveram atuação elogiada e têm chances de serem mantidos no duelo deste domingo.

"O Sánchez já tinha ido eficiente contra o Bragantino e entrou bem em outras partidas. É um jogador experiente e que conhece o grupo. Embora o Pará esteja bem, achei que era o momento de escalar o Madson. Ele deu conta do recado", afirmou o treinador.

O bom momento de Kaio Jorge na frente mantém a confiança do treinador em uma vitória dentro de casa. "O Santos está crescendo. Tem jogadores de qualidade e falta só o equilíbrio para mantermos essa sequência", disse.

Valorizar o elenco tem sido uma estratégia do técnico para melhorar a estima do grupo. Em conversa com a diretoria, ele até admitiu a necessidade de reforços pontuais, mas deixou claro que o plantel atual é suficiente para suportar as disputas da Sul-Americana, a Copa do Brasil e o Brasileiro.

Já o Atlético-GO joga pressionado pela derrota na última rodada para o Palmeiras dentro de casa. Os 3 a 0 vão custar ainda um desfalque fora de campo. Eduardo Barroca está suspenso e cumpre punição. Quem vai dirigir a equipe é o auxiliar Eduardo Souza.

O time goiano tem problemas na escalação: o zagueiro Éder e o volante Willian Maranhão estão fora. Wanderson deve entrar na defesa, enquanto no meio-campo, Gabriel Baralhas assume a vaga de proteção à defesa.

FICHA TÉCNICA

SANTOS x ATLÉTICO-GO

SANTOS - João Paulo; Madson, Luiz Felipe, Kaiky e Filipe Jonatan; Camacho, Jean Mota e Carlos Sánchez; Marinho, Kaio Jorge e Lucas Braga. Técnico: Fernando Diniz.

ATLÉTICO-GO - Fernando Miguel; Dudu, Oliveira, Wanderson Natanael; Gabtriel Baralhas, Marlon Freitas, Arthur Gomes; André Luís, Janderson (Arthur Henrique) e Zé Roberto. Técnico: Eduardo Souza.

ÁRBITRO - Leandro Pedro Vuaden (RS).

HORÁRIO - 18h15.

LOCAL - Estádio Vila Belmiro, em Santos.

Estadão
Publicidade
Publicidade