0

Aliviado, Cueva "esquece" Peru e vive expectativa de ser opção no Santos contra a Chape

27 ago 2019
08h03
atualizado às 08h03
  • separator
  • 0
  • comentários

Cueva vive expectativa de voltar a ser opção de Sampaoli (Ivan Storti)

Christian Cueva vive a expectativa de voltar a ser relacionado no Santos para a partida contra a Chapecoense, sábado, na Arena Condá, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Cueva não atua pelo Peixe desde 26 de maio, em empate com o Internacional por 0 a 0, na Vila Belmiro, antes da Copa América. O peruano tem sido cortado até do banco de reservas no Brasileirão.

Convocado para o Peru, o meia não pediu liberação antecipada. Alguns já treinam com o técnico Ricardo Gareca, mas Cueva optou por ficar em Santos em busca de chamar a atenção de Jorge Sampaoli. Ele viajará no domingo ou segunda-feira para os Estados Unidos, onde sua seleção enfrentará Equador e Brasil, nos dias 5 e 11, respectivamente.

Um dos entraves é o limite de cinco estrangeiros relacionados por partida, mas Aguilar pode ser preservado por Sampaoli e abrir espaço para Cueva. Derlis, Sánchez, Soteldo e Uribe são presença quase certa.

Enquanto isso, um grande problema extracampo foi resolvido: a filha Gianna Pamela nasceu com 30 semanas de gestação e passou 39 dias internada no Peru. A alta médica foi dada na última segunda-feira, mesmo dia de Cueva titular em jogo-treino, com direito a gol nos 5 a 1 diante do Grêmio Esportivo Osasco, no CT Rei Pelé. 

A diretoria do Santos tenta vender Cueva, mas possui dificuldade por causa da cláusula de compra obrigatória no contrato de empréstimo junto ao Krasnodar (RUS) até janeiro. O valor fixado é de 7 milhões de dólares (cerca de R$ 26 milhões). Botafogo e Metz (FRA) demonstraram interesse no peruano.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade