0
Logo do Seleção Russa
Foto: terra

Seleção Russa

Convocado pela seleção russa, brasileiro Ari é alvo de xenofobia

18 mar 2019
19h18
  • separator
  • comentários

O atacante Ari foi alvo de comentários xenofóbicos após ser convocado mais uma vez para defender a seleção russa. O jogador brasileiro, que atualmente defende o Krasnodar e é um dos destaques da equipe, foi criticado por Pavel Pogrebnyak, atacante russo que não concorda com a naturalização de atletas brasileiros para representar a Rússia.

"É ridículo que pessoas de cor joguem na seleção russa. Tenho uma opinião negativa a respeito das naturalizações, não vejo sentido. Por que deram um passaporte russo para o Ari?", disse Pogrebnyak em entrevista ao jornal Sport Express.

Nem mesmo Mario Fernandes, lateral brasileiro naturalizado russo que participou da grande campanha da Rússia na Copa do Mundo se livrou das críticas do veterano atacante de 35 anos.

"Nós temos Igor Smolnikov [na lateral direita, posição de Mario Fernandes]. Poderíamos muito bem seguir sem estrangeiros", prosseguiu.

Após as declarações de Pogrebnyak, Ari foi procurado pela imprensa e falou sobre o inconveniente caso. O brasileiro garantiu que comentários preconceituosos como os do russo não o abalarão, nem o farão repensar sobre defender a seleção russa.

"Sobre esse comentário, muitos jornalistas me ligaram aqui. Eu prefiro nem falar nada, porque um cara desses nem merece atenção. É triste pensar que nos dias de hoje ainda exista algo assim. Minha ideia é continuar defendendo a seleção russa. Ele foi muito criticado pela imprensa e por colegas. Os jornalistas aqui me perguntaram se eu gostaria de falar algo, rebater. Eu disse que já passei por tantas dificuldades que isso nem me preocupa. Só lamento por ter sido um jogador de futebol e que passou na carreira por outros países, que falou isso, ainda mais nos dias de hoje", concluiu.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade