PUBLICIDADE
Logo do

Ponte Preta

Meu time

De virada! Em jogo movimentado, Náutico vence Ponte Preta na Série B

Alvirrubro conseguiu voltar a se aproximar ao G4; equipe fica na 9ª posição, com 44 pontos

16 out 2021 17h59
| atualizado às 19h07
ver comentários
Publicidade

A Ponte Preta encarou o Náutico na tarde deste sábado, no Moisés Lucarelli, em Campinas, em duelo válido pela 30ª rodada do Brasileirão Série B. Enquanto a Macaca queria sair do Z4, o Timbu buscava voltar para o pelotão de cima da tabela. E o Alvirrubro levou a melhor. De virada, a equipe venceu por 3 a 2.

PRESSÃO DA PONTE!

Jogando em casa, a Ponte Preta reencontrou a sua torcida. Com isso, iniciou na pressão. Nos minutos iniciais, Richard aproveitou duas chances e quase abriu o placar. Contudo, Camutanga defendeu.

UH!!!!

O Náutico ficou mais recuado e se fechou diante das investidas da Ponte Preta. Dessa forma, chegou em sua primeira finalização aos 17. De fora da área, Djavan bateu. O goleiro Ivan apareceu para salvar a Macaca. Na sequência, Jean Carlos cobrou, e Rafael Ribeiro mandou no travessão dos mandantes.

NA FRENTE!

O marcador não ficou zerado por muito tempo. Aos 33, Marcos Júnior balançou as redes do Moisés Lucarelli. Camutanga cortou um cruzamento da Ponte, mas a bola foi nos pés do camisa 15, que dominou na entrada da área. O volante, então, mandou rasteiro para o fundo das redes.

PRESSÃO E EMPATE!

A felicidade dos anfitriões não durou por muito tempo. Aos 36, Jailson tentou e quase deixou tudo igual. Contudo, três minutos depois, Caio Dantas não desperdiçou. O atacante aproveitou erro de André Luiz e tocou de canhota, por cima do gol. Tudo igual no placar.

Ponte levou a virada do Náutico (Foto: Divulgação Ponte Preta)
Ponte levou a virada do Náutico (Foto: Divulgação Ponte Preta)
Foto: Lance!

QUASE!!!!!

A partida seguiu bastante disputada, dessa vez com a Ponte Preta tentando virar. Aos 44, Moisés chutou de fora da área, enganou Anderson e quase entrou. Logo depois, Rodrigão mandou na trave. Um minuto após, o atacante cabeceou e não deu chances para Anderson, que não evitou o tento da Macaca.

VOLTA MOVIMENTADA!

Logo no começo do segundo tempo, as duas equipes não deram sossego e continuaram a pressão. Dessa forma, no primeiro lance da segunda etapa, Rodrigão mandou rente à trave.

TUDO IGUAL NOVAMENTE...

Aos 5, Murillo igualou para o Náutico. O equatoriano aproveitou passe de Jean Carlos, que contou com um desvio de Caio Dantas. O atacante ainda tocou na saída de Ivan. 2 a 2 no Moisés Lucarelli.

VIRADA!

O jogo ficou mais truncado, com as duas equipes criando pouco. Contudo, o Náutico conseguiu a virada. Aos 21, depois de um escanteio cobrado por Jean Carlos, Rafael Ribeiro subiu mais alo que todos e mandou uma cabeçada, sem chance para o goleiro Ivan.

CORRENDO ATRÁS DO PREJUÍZO!

A Ponte Preta, que tomou a virada, correu atrás do prejuízo. Aos 36, a Macaca teve uma boa chance de deixar tudo na igualdade. Na jogada, Moisés esbarrou no goleiro Anderson, que tirou com o pé, em mais uma boa defesa da equipe alvirrubra.

PRESSÃO FINAL...

O Náutico chegou com pressão no final da etapa. Aos 45, Jean Carlos teve chance de fazer o quarto gol da equipe. No entanto, Fábio evitou o tento com um carrinho. A resposta veio na sequência, com João Veras. O goleiro Anderson afastou. Rafael, no último minuto, chegou com uma bomba, que foi para fora.

FICHA TÉCNICA

Ponte Preta 2 x 1 Náutico

Local: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)

Data e hora: 16/10/2021 - às 16h (de Brasília)

Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO)

Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Hugo Savio Xavier Correa (GO)

Cartões amarelos: Camutanga, Matheus Jesus e Anderson (Náutico)

Cartões vermelhos: -

Gols: Marcos Júnior, aos 32'/1ºT (1-0); Caio Dantas, aos 39'/1ºT (1-1); Rodrigão, aos 46'/1ºT (2-1); Murillo, aos 5'/2ºT (2-2); Rafael Ribeiro, aos 21'/2ºT (2-3)

PONTE PRETA (Técnico: Gilson Kleina)

Ivan; Kevin, Fábio Sanches, Rayan e Rafael Santos; André Luiz (Yago, aos 16'/2ºT), Marcos Júnior (Matheus Anjos, aos 25'/2ºT) e Léo Naldi (Camilo, aos 36'/2ºT); Richard (Iago, 16'/2ºT), Rodrigão (João Veras, aos 35'/2ºT) e Moisés.

NÁUTICO (Técnico: Hélio dos Anjos)

Anderson; Hereda, Rafael Ribeiro, Camutanga (Yago, aos 18'/2ºT) e Júnior Tavares; Djavan (Matheus Trindade, aos 17'/2ºT), Matheus Jesus (Marciel, aos 26'/2ºT) e Jean Carlos; Jailson (Giovanny, aos 32'/2ºT), Caio Dantas e Murillo (Álvaro, aos 32'/2ºT).

Lance!
Publicidade
Publicidade