1 evento ao vivo
Logo do Paysandu
Foto: Fernando Torres / Paysandu

Paysandu

Paysandu sofre goleada do Atlético-GO e é rebaixado para a Série C

24 nov 2018
19h06
atualizado às 19h21
  • separator
  • comentários

O Paysandu jogará a Série C do Campeonato Brasileiro em 2019. Neste sábado, a equipe dirigida por João Brigatti até saiu na frente do Atlético-GO e momentaneamente se salvava do descenso, mas sofreu a virada ainda na primeira etapa, tomou outros três gols no segundo tempo e acabou rebaixada para a segunda divisão ao perder a 38ª e última rodada da Série B para os goianos por 5 a 2, em plena Curuzu.

O torcedor bicolor, no entanto, terá muito o que reclamar da arbitragem do duelo. Logo aos oito minutos de jogo, quando a partida estava zerada, Mike marcou em posição legal, mas o bandeirinha assinalou impedimento e o árbitro Péricles Bassols anulou o tento de maneira errônea.

Com o resultado, o Paysandu estacionou nos 43 pontos, terminando a competição no 17º lugar ao somar 10 vitórias, 13 empates e 15 derrotas. O Atlético-GO bate na trave em relação ao acesso e se mantém na Segundona. Os goianos fecham a participação com a sexta posição e 59 pontos somados (16 vitórias, 11 empates e 11 derrotas).

Paysandu sai na frente, mas é prejudicado e toma a virada

Ciente da necessidade da vitória, o Paysandu foi para o ataque desde o apito inicial do árbitro. Logo aos quatro minutos, Nando Carandina recebeu na entrada da área e bateu forte, obrigando o goleiro Klever a espalmar. Mais tarde, Mike foi acionado em cruzamento e desviou a bola para as redes, mas o bandeirinha marcou impedimento de forma errônea e o árbitro Péricles Bassols anulou o gol.

Apesar do tento anulado, o atacante Mike não se abateu, e foi recompensado por isso. Pedro Carmona cobrou escanteio na segunda trave, Fernando Timbó escorou e o camisa 18 se antecipou à marcação para vencer o goleiro Klever, abrindo o placar para o time paraense.

A alegria do time bicolor, no entanto, durou pouco. Menos de 10 minutos após sair atrás, o Dragão contou com a sorte para empatar em um dos poucos lances da equipe até ao momento. O lateral esquerdo Moraes recebeu na ponta esquerda, cruzou e contou com um desvio em Maicon Silva para encobrir o goleiro Renan Rocha e marcar.

O Paysandu sentiu o golpe, mas teve a chance de fazer o segundo com Hugo Almeida, que recebeu bola na área e deu belo corte na marcação, mas arrematou rente à trave. No contragolpe, o Atlético-GO foi mais incisivo e assumiu a vantagem no placar com Moraes. Em nova infiltração, o lateral, mesmo desequilibrado, tocou de cobertura na saída de Renan Rocha para deixar seu segundo gol e colocar os visitantes em vantagem.

Dragão transforma vitória em goleada

Se a situação do Papão já era difícil, ficou complicadíssima antes do primeiro minuto do segundo tempo, quando o Atlético-GO puxou contra-ataque rápido e marcou o terceiro com o meio-campista João Paulo, que saiu na cara do gol e teve tranquilidade para não desperdiçar a oportunidade.

A reação do Paysandu, contudo, não tardou. Antes dos 10 minutos, Mike arrancou pela direita e cruzou rasteiro na área, onde Thomaz, que entrou na volta do intervalo, chegou arrematando de primeira, diminuindo o placar. O empate quase veio na sequência, quando o mesmo Thomaz carimbou o travessão em belo chute.

Para jogar uma ducha de água fria no torcedor bicolor presente na Curuzu, que gritava "eu acredito" em plenos pulmões, João Paulo cruzou na área,  André Luís apareceu livre para cabecear forte, sem chances de defesa, e fazer o quarto gol do Dragão.

O Paysandu se mostrou bravo na reta final da partida, mas pouco fez ofensivamente para ao menos diminuir, e ainda levou o quinto, com Júlio César. Assim, vitória para o Dragão por 5 a 2 e rebaixamento para o Paysandu. A equipe paranaense volta à terceira divisão após quatro anos.

FICHA TÉCNICA

PAYSANDU 2×5 ATLÉTICO-GO 

Local: Estádio Leônidas Sodré de Castro, em Belém (PA)

Data: 24 de novembro de 2018, sábado

Horário: 17 horas (Brasília)

Árbitro: Péricles Bassols (PE)

Assistentes: Clóvis Amaral da Silva e Marcelino Castro de Nazaré (PE)

Cartões amarelos: Jonathan e Renato Kayzer (Atlético-GO). Diego Ivo (Paysandu)

Gols:

PAYSANDU: Mike aos 15 minutos do 1ºT e Thomaz aos sete minutos do 2°T.

ATLÉTICO-GO: Moraes aos 25 e aos 44 minutos do 1ºT. João Paulo a um minuto, André Luís aos 22 e Júlio César aos 48 do 2°T.

PAYSANDU: Renan Rocha; Maicon Silva (Lúcio Flávio), Diego Ivo, Fernando Timbó e Guilherme Santos; Renato Augusto, Nando Carandina (Matheus Silva), Mika e Pedro Carmona; Hugo Almeida e Magno (Thomaz)

Técnico: João Brigatti

ATLÉTICO-GO: Klever; Jonathan, Oliveira, Gilvan e Moraes (Alisson); Pedro Bambu, Vitinho (Fernandes) e João Paulo; André Luís, Renato Kayzer e Júlio César

Técnico: Wagner Lopes

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade