0

Com PVC e Everaldo Marques, Globo quer turbinar pay-per-view

Emissora que perdeu nomes como Glenda Kowlowski, Mauro Naves e Reginaldo Leme investe na tv paga para aumentar faturamento

15 fev 2020
12h22
atualizado às 16h14
  • separator
  • 0
  • comentários

No grupo Globo o esporte virou tudo junto e misturado, mas na TV aberta não é bem assim. Há muito tempo que os comentaristas das transmissões esportivas são ex-jogadores como Casagrande, Caio e Júnior. Eles começaram a participar também das transmissões do Sportv, mas o inverso não ocorreu por exemplo com Lédio Carmona e Maurício Noriega.

Everaldo Marques trocou a ESPN pelo grupo Globo (Reprodução/Instagram)
Everaldo Marques trocou a ESPN pelo grupo Globo (Reprodução/Instagram)
Foto: LANCE!

O último jornalista a participar das transmissões do futebol masculino como comentarista foi o saudoso Sérgio Noronha, que faleceu recentemente.

As chegadas de PVC e de Everaldo Marques mostram que o foco global é reforçar cada vez mais o Sportv e o pay-per-view. O canal possui os principais eventos e os dois novos contratados, além de farto conhecimento técnico, tiveram uma trajetória de sucesso na ESPN. No caso de PVC, também na Fox.

Não é à toa que Paulo Vinicius Coelho praticamente virou um convidado fixo do Bem Amigos, programa de Galvão Bueno. Parece contraditório mas não é. Ao mesmo tempo em que abre mão de nomes como Glenda Kozlowski, Mauro Naves e Reginaldo Leme na TV aberta, a emissora se reforça na TV fechada.

Sinal dos novos tempos em que a Globo tem dificuldades para adquirir os direitos de transmissão do Flamengo no Campeonato Carioca, por exemplo. Na TV fechada, a emissora quer buscar uma audiência ainda maior com os novos contratados e aumentar a venda de pacotes no pay-per-view.

 

Veja também:

Paradinha Esportiva Paradinha Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade