1 evento ao vivo

Com pinta de tricampeão, Cruzeiro depena Galo no Mineirão

Inspirado, Pedro Rocha foi o grande destaque na goleada de 3 x 0 sobre o maior rival

11 jul 2019
22h22
  • separator
  • comentários

A parada na Copa América acordou o Cruzeiro. Depois de ficar nove jogos sem vencer na temporada, a Raposa acabou com o jejum, engoliu o Atlético Mineiro no Mineirão e praticamente garantiu vaga na semifinal da Copa do Brasil.

Pedro Rocha, do Cruzeiro, comemora após marcar gol em partida contra o Atlético Mineiro, válida pelas quartas de final da Copa do Brasil, no estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Pedro Rocha, do Cruzeiro, comemora após marcar gol em partida contra o Atlético Mineiro, válida pelas quartas de final da Copa do Brasil, no estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Foto: Mourão Panda / O Fotográfico / Estadão

Um, dois, três e lá se foi embora a fama de freguês do Cruzeiro, que leva a pior no retrospecto entre as duas equipes. Com nome de craque (como esquecer do uruguaio Pedro Rocha, que disputou quatro Copas e brilhou no São Paulo na década de 70) o homônimo cruzeirense foi o grande nome do jogo. Além de fazer um gol de placa, depois de um drible desconcertante em Elias, Pedro Rocha deu uma arrancada cinematográfica, com direito a pedalada pra cima do goleiro Victor e passe açucarado pra Thiago Neves fazer o segundo gol.

No segundo tempo, Robinho ampliou e decretou a goleada sobre o Atlético Mineiro, que vai precisar devolver a diferença de três gols para levar a disputa para os pênaltis, na próxima semana.

Tarefa inglória porque vai ser uma pedreira superar o Cruzeiro de Pedro Rocha, que saiu 15 minutos antes do jogo acabar. Um merecido descanso pra quem já havia colocado um ponto final no clássico ainda no primeiro tempo.
O maior campeão da história da Copa do Brasil voltou.

Veja também:

Paradinha Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade