PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Favoritar Time

Marcos Rocha pede atenção do Palmeiras na Libertadores: 'Não podemos cochilar'

Poupado na última rodada do Brasileirão, lateral deixa vantagem 'de lado' e enaltece momento vivido também nas arquibancadas

5 jul 2022 - 15h17
Ver comentários
Publicidade

O Palmeiras irá enfrentar o Cerro Porteño-PAR, pelo jogo de volta das oitavas da Libertadores, com a vantagem de 3 a 0. Único brasileiro a ter disputado dez edições consecutivas do torneio, o lateral Marcos Rocha falou sobre a atenção necessária para este tipo de duelo, independente de resultados anteriores.

Marcos Rocha deixa vantagem 'de lado' e pede concentração do Verdão (Foto: Reprodução/TV Palmeiras)
Marcos Rocha deixa vantagem 'de lado' e pede concentração do Verdão (Foto: Reprodução/TV Palmeiras)
Foto: Lance!

GALERIA

TABELA

- Jogo de Libertadores não pode cochilar, não pode dar mole. Eles vão vir para tentar buscar um resultado positivo, provavelmente vão vir com uma formação diferente. Vimos que no final do jogo colocaram dois centroavantes que dificultaram a nossa bola aérea. É ter bastante atenção, tenho certeza de que o Abel e sua comissão estão preparando surpresas para que possamos fazer um grande jogo e passar de fase. É acreditar que vamos reencontrar o caminho das vitórias dentro de casa, que é a nossa força, com o apoio do nosso torcedor. Espero que amanhã possa ser casa cheia, com apoio incondicional como na última partida - ressaltou.

Poupado na última rodada do Brasileirão, o camisa 2 enalteceu o momento da equipe e toda a torcida palmeirense. Para ele, o apoio incondicional das arquibancadas faz com que a equipe se sinta segura.

Rocha ainda fez questão de reforçar um pedido feito pela comissão técnica de Abel Ferreira: paciência. Segundo o lateral, o elenco segue o mesmo e a vontade de ganhar também.

- Estamos disputando três grandes campeonatos e brigando por todos. Uma hora ou outra podemos oscilar, mas sabemos o quanto o nosso trabalho é positivo dentro e fora do clube, com o torcedor reconhecendo e lotando o estádio. Isso nos deixa muito felizes e nos faz trabalhar ainda mais para dar a resposta para eles. É ter calma, paciência e tranquilidade. O trabalho está sendo bem feito, os mesmos jogadores que estão aqui hoje venceram há quatro meses. Temos um grupo especial, com jogadores jovens e trabalhadores, e todos nós queremos algo a mais com a camisa do Palmeiras, queremos ganhar ainda mais esse ano. Contamos com o apoio dos torcedores, que eles continuem acreditando porque sabemos que juntos já conseguimos algo especial que hoje relembramos e vibramos quando falamos das nossas histórias - concluiu.

Lance!
Publicidade
Publicidade