PUBLICIDADE
Logo do

Palmeiras

Favoritar Time

Em início de ciclo vitorioso, Palmeiras lançou crias e conquistou Florida Cup de 2020

1 jul 2022 - 05h15
Ver comentários
Publicidade

O Palmeiras se consolidou como um dos clubes mais vitoriosos do continente nos últimos anos, com a conquista de duas Copas Libertadores, dois Campeonatos Paulistas, uma Copa do Brasil e uma Recopa. O que poucas pessoas lembram é que este ciclo de conquistas começou no início de 2020, com o título da Florida Cup, torneio de pré-temporada disputado nos Estados Unidos. Na ocasião, Vanderlei Luxemburgo aproveitou para lançar algumas Crias da Academia, que acabaram dando retorno técnico e financeiro ao Verdão.

Palmeiras, Corinthians, Atlético Nacional e New York City disputaram a edição da Florida Cup de 2020. O Verdão empatou com o Atlético Nacional-COL por 0 a 0 (vitória de 10 a 9 nas penalidades) e venceu o New York City por 2 a 1, com gols de Lucas Lima e Willian.

No regulamento da competição, uma vitória em decisão de pênaltis garantia um ponto de bônus. Sendo assim, o Verdão acabou o torneio com cinco pontos conquistados contra quatro do Atlético Nacional, três do Corinthians e zero do New York City.

Mais que o título, considerado muitas vezes como algo simbólico, a Florida Cup marcou o surgimento de garotos promissores lançados pelo veterano Vanderlei Luxemburgo.

Nomes como Gabriel Menino, Wesley, Patrick de Paula, Pedrão e Alanzinho tiveram seus primeiros minutos pelo time principal do Palmeiras neste torneio. Os dois primeiros ainda estão no elenco do time alviverde, enquanto os três últimos seguiram seus caminhos em outros lugares.

Menino e Wesley não são titulares na equipe de Abel Ferreira atualmente, mas são opções importantes na rotação do português. O primeiro, especialmente, foi muito importante na temporada 2020 e chegou a ser convocado por Tite para a Seleção Brasileira.

Patrick de Paula, por sua vez, surgiu muito bem no profissional, ficando marcado pelo pênalti batido na conquista do Campeonato Paulista de 2020 contra o Corinthians. Após oscilações e perda de espaço com Abel, o volante rendeu 14 milhões de euros (cerca de R$ 77 milhões) ao clube na venda para o Botafogo, realizada no início da atual temporada.

Já o zagueiro Pedrão foi negociado por 800 mil euros (cerca de R$ 4,8 milhões na cotação da época) ao Portimonense no início deste ano, enquanto Alanzinho ainda pertence ao Verdão, mas está emprestado ao Sport até 30 de novembro de 2022.

Esta foi a única edição de Florida Cup que o Palmeiras participou. Vários outros clubes brasileiros disputaram o torneio nos últimos anos, como Corinthians, Fluminense, Atlético-MG, Internacional, São Paulo, Vasco, Bahia e  Flamengo.

Ricardo Villar, ex-jogador e CEO da Florida Cup, falou com exclusividade à Gazeta Esportiva sobre a importância do torneio preparatório para as equipes brasileiras.

"Sem dúvidas, a competição tem ganhos técnicos. A escolha de participar sempre foi com viés técnico por parte das equipes, mais do que comercial. É claro que existem mudanças de gestão nos clubes do Brasil e um quer fazer diferente do outro. Você sofre com isso no Brasil", comentou.

A Florida Cup, obviamente, não define o sucesso ou o fracasso das equipes ao longo da temporada. O São Paulo, por exemplo, foi fortemente criticado pela participação em 2019, pouco tempo antes de perder a Pré-Libertadores para o argentino Talleres.

"Não podemos falar que somos parte de algum desses títulos, como os do Corinthians, Palmeiras e Flamengo quando vieram para cá. Isso é mérito do clube, da parte esportiva. Também posso afirmar que, com certeza, não somos um problema, como o que aconteceu com o São Paulo, que falaram que não devia ir. Assim como não somos a razão do sucesso, tenho certeza que não atrapalhamos", finalizou Villar.

A edição deste ano da Florida Cup terá início no dia 16 de julho e vai até 23, com participações de Arsenal, Chelsea, América-MEX e Charlotte FC. A incompatibilidade com o calendário brasileiro dificulta a participação de equipes do País, que estão concentradas na disputa de Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil, Copa Libertadores e Copa Sul-Americana.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade