1 evento ao vivo

Com dois de Dinei, Vitória vira sobre Náutico e Ney vence a primeira

15 set 2013
20h26
atualizado às 22h31

O Vitória conquistou neste domingo seu primeiro triunfo sob o comando de Ney Franco. O adversário foi o Náutico, que perdeu por 2 a 1 de virada. A partida foi disputada no Barradão e válida pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Os dois gols do Leão foram marcados por Dinei, que levou a equipe a 27 pontos, para a décima posição, se afastando da zona de rebaixamento. Já o Timbu se complicou ainda mais. O time alvirrubro ocupa a lanterna do torneio, com apenas dez pontos conquistados, seis a menos do que a penúltima colocada Ponte Preta.

Na partida da próxima rodada, o Vitória vai a São Januário enfrentar o Vasco, outra equipe que briga para fugir do Z-4. O Náutico também tem confronto decisivo diante da Portuguesa, no Canindé.

O jogo - Apesar da complicada situação, em medidas diferentes, vivida pelas duas equipes, Náutico e Vitória fizeram um bom começo de jogo. Jones Carioca, por exemplo, já havia mandado uma bola de cabeça no travessão antes de o Timbu abrir o placar, aos 13 minutos.

Tiago Real, dono do meio-campo alvirrubro no início da partida, aproveitou falha da defesa anfitriã e tocou para Hugo, que, com calma, esperou a definição de Wilson para marcar o primeiro gol do jogo.

O Náutico mal teve tempo de comemorar. Aos 20 minutos, Ayrton cruzou para Dinei. Com estilo, o centroavante subiu livre e cabeceou sem chances para Ricardo Berna, deixando tudo igual.Aos 26 minutos, Maxi Biancucchi puxou rápido contra-ataque e tocou para Marquinhos, que mandou na trave e por pouco não colocou o Vitória na frente mais uma vez. A partir daí, o jogo caiu de nível técnico, e as equipes foram para o vestiário com o empate.

Logo no começo do segundo tempo, Hugo invadiu a área do Vitória e obrigou Wilson a fazer grande defesa. O lance passou a impressão de que o jogo voltaria a ficar bom, mas não foi o que aconteceu. As duas equipes seguiam pouco inspiradas e ficavam travadas no meio-campo.

Até que, aos 24 minutos, Neto Coruja, que havia substituído Cáceres, deu ótimo passe de calcanhar para Juan. O lateral cruzou com calma para Dinei, que mandou de novo com estilo para o gol, marcando o segundo dele e colocando o Vitória na frente no placar.

A partir daí, o Leão soube se defender, correndo poucos riscos, mesmo tendo cedido espaço para o Náutico. Aos 48 minutos, o árbitro apitou pela última vez e selou a primeira vitória de Ney Franco à frente do time de Salvador.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade