PUBLICIDADE

Na prorrogação, Chelsea derrota Palmeiras e é campeão mundial

Pênalti cobrado por Kai Havertz deu título inédito aos ingleses

12 fev 2022 - 16h19
(atualizado às 16h37)
Ver comentários
Publicidade

O Chelsea derrotou o Palmeiras por 2 a 1 na prorrogação do Mundial de Clubes da Fifa neste sábado (12) e conquistou o inédito campeonato.

A partida no estádio Mohammed Bin Zayed começou bastante disputada entre as duas equipes e, após boas chances de ambos os lados, o primeiro tempo terminou sem que nenhum time abrisse o placar. No segundo tempo, porém, a situação foi diferente.

O atacante Romelu Lukaku aproveitou um erro de marcação na pequena área e abriu o placar para o Chelsea. Porém, nove minutos depois, Thiago Silva cortou um cruzamento na área do Palmeiras com um soco e o VAR chamou o árbitro para indicar o pênalti. Raphael Veiga, com tranquilidade, empatou o jogo para os palmeirenses.

Com a persistência do empate, a partida foi para a prorrogação.

Os primeiros 15 minutos foram mornos, sem grandes chances reais para nenhum dos dois times.

Já a etapa final foi mais intensa, com o Chelsea desperdiçando ao menos duas chances reais de gol. Aos 113 minutos, o VAR chamou novamente o árbitro da partida para marcar um pênalti de Luan. Kai Havertz bateu e colocou os ingleses à frente do placar novamente.

Aos 124 minutos, Luan cometeu uma falta e o VAR novamente chamou o árbitro para expulsar o atleta. O jogo foi encerrado logo depois. .
   

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade