PUBLICIDADE

Mourão pede a saída de Tite: "O Cuiabá precisa de técnico"

Declaração do vice-presidente vai de encontro com as manifestações bolsonaristas pelas redes sociais

7 jun 2021 11h40
| atualizado às 11h59
ver comentários
Publicidade
Vice-presidente disse que antes ser convocado para Seleção era motivo de orgulho (Montagem LANCE!)
Vice-presidente disse que antes ser convocado para Seleção era motivo de orgulho (Montagem LANCE!)
Foto: Lance!

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse à imprensa, em Brasília, na manhã desta segunda-feira, 7, que Tite deveria 'pedir o boné' na Seleção, já que ele não deseja mais comandar os jogadores na Copa América.

O presidente Jair Bolsonaro estaria, inclusive, articulando uma demissão do treinador com Rogério Caboclo, que acabou afastado de suas funções no domingo, 6, após denúncias de assédio sexual.

A declaração do general vai de encontro com manifestações bolsonaristas pelas redes sociaisque tentam colocar em Tite a culpa de uma possível recusa dos jogadores em participar do torneio da Conmebol.

"Eu acho que faz parte dessa disfuncionalidade que nós estamos vivendo. Eu sou do tempo que jogador de futebol, quando era convocado para Seleção Brasileira, era considerado uma honra. O técnico, ele não quer mais, não quer, o Cuiabá está precisando de um técnico, aí, não tá? Então leva lá, sai, pede o boné. Acho que isso é uma discussão, neste momento, totalmente disfuncional", disse Mourão.

No último jogo do Brasil, na sexta-feira, o capitão Casemiro respondeu ao questionamento de Eric Faria, da Globo, sobre um possível boicote à Copa América. O volante reforçou que a equipe ia se posicionar nesta terça-feira, 8, após o jogo da Seleção contra o Paraguai.

"Queremos falar, no momento oportuno vamos falar. Não sou eu, não são os jogadores da Europa, como rolou. Quando fala alguém, falam todos os jogadores, com o Tite, com a comissão técnica. Tem quer ser unânime, todos juntos", disse, na ocasião.

Veja também:

15 vezes em que jogadores da Seleção Brasileira se envolveram em polêmicas:

 

Lance!
Publicidade
Publicidade