0

Marc Márquez confirma ausência nos testes no Catar e diz que "objetivo é o primeiro GP"

O hexacampeão afirmou que o principal objetivo no momento é se sentir completamente recuperado para poder disputar uma corrida

22 fev 2021
10h54
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
MotoGP 2020 Honda Marc Márquez
MotoGP 2020 Honda Marc Márquez
Foto: Grande Prêmio

Marc Márquez é baixa confirmada nos testes coletivos da MotoGP no Catar. Nesta segunda-feira (22), o espanhol falou no processo de recuperação do braço direito e destacou que a principal meta é conseguir disputar a primeira corrida do calendário.

O competidor nascido em Cervera está passando por uma longa jornada para ficar completamente curado. Em junho do ano passado, na primeira etapa da temporada, sofreu uma forte queda e fraturou o úmero do braço direito. Desde então, passou por três operações e um tratamento de infecção.

A evolução da lesão tem acontecido de forma satisfatória e o piloto já disse se sentir bem, apesar de não cravar uma data de retorno para as pistas. Ao menos sabe quando não volta: nos testes coletivos pré-temporada em Losail.

Marc Márquez é baixa no teste coletivo no Catar
Marc Márquez é baixa no teste coletivo no Catar
Foto: Honda / Grande Prêmio

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

"Uma das coisas que aprendi é que corridas há muitas, mas corpo, apenas um. Não tenho ideia de quando vou voltar, mas tento ser otimista. Não vou estar no teste do Catar, portanto, meu objetivo seguinte é tentar a primeira corrida. Se não der, a segunda e se não, em Portimão. O importante é que o doutor veja que o osso calcificou", contou em coletiva após o lançamento da RC213V de 2021.

"Aos poucos, vou tomando as decisões junto com os médicos. No meio de março tenho nova revisão, ali verão se houve a calcificação, como evolui meu ombro. A partir de então, os médicos irão decidir. Depois de o doutor me aprovar, precisarei de mais alguns dias para preparar o corpo para subir na moto e disputar uma prova. Perdi muita massa muscular no braço", emendou.

O hexacampeão também comentou como tem sido o processo. "Foi muito duro física e mentalmente, especialmente em setembro e outubro, pois não melhorava, não tinha evolução, tinha a infecção e não seguia um bom caminho. Após a terceira operação, a sensação melhorou e, pouco a pouco, tenho me sentido melhor. Agora, vou cumprindo etapas para voltar o antes possível", concluiu.

O teste coletivo no Catar está agendado para os dias 6 e 7 de março, com um shakedown marcado para o dia 5. O pontapé inicial da temporada acontece em 28 de março no mesmo circuito.

Veja também:

Flamengo encostou no Palmeiras! Confira o ranking de maiores campeões nacionais do Brasil
Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade