PUBLICIDADE

Com atraso, Suzuki confirma introdução de dispositivo de ajuste de altura na Áustria

Depois de muita espera, Joan Mir e Álex Rins poderão contar com dispositivo holeshot na traseira da GSX-RR a partir do GP da Estíria deste fim de semana

4 ago 2021 08h59
ver comentários
Publicidade
Demorou, mas a Suzuki vai introduzir a aguardada atualização na Estíria
Demorou, mas a Suzuki vai introduzir a aguardada atualização na Estíria
Foto: Divulgação/MotoGP / Grande Prêmio

APRILIA MOSTRA EVOLUÇÃO EM 2021, MAS VIVE DE BRILHOS COM ALEIX ESPARGARÓ | GP ÀS 10

A Suzuki voltou das férias trazendo novidades. Depois de muita espera, Joan Mir e Álex Rins finalmente poderão contar com o holeshot, o dispositivo que ajusta a altura da moto, na traseira da GSX-RR a partir do GP da Estíria deste fim de semana.

O holeshot foi introduzido na MotoGP pela Ducati, no fim de 2018, com o objetivo de auxiliar nas largadas. Inicialmente, o dispositivo baixava a traseira da moto, mas, depois, chegou também a dianteira, usado primeiro pela Aprilia.

WEB STORY

Dispositivo Holeshot era um pedido antigo dos pilotos da Suzuki (Foto: Suzuki)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

A Suzuki, porém, ficou para trás e fez a primeira metade do campeonato deste ano sem o dispositivo que altera o centro de gravidade da moto na traseira da GSX-RR. Após muita insistência dos pilotos, a fábrica de Hamamatsu, enfim, vai fazer a atualização.

Em uma entrevista a uma publicação da própria Suzuki, o diretor-técnico Ken Kawauchi revelou que as férias ofereceram a possibilidade de atualizar o protótipo, inclusive com o aguardado dispositivo. O dirigente explicou que os japoneses estão satisfeitos com a GSX-RR, mas ressaltou que sempre é possível melhorar.

"No geral, temos uma moto muito bem equilibrada. É uma coisa que nós buscamos ao longo do desenvolvimento da GSX-RR", disse Kawauchi. "Sabemos que, se você melhora em uma área, pode perder em outra, então sempre tentamos fazer uma moto bem arredondada que tenha boa performance na maioria dos circuitos", seguiu.

"Apesar de estarmos satisfeito com a nossa moto de 2021, sempre é possível melhorar, e nós acreditamos que a introdução do dispositivo de ajuste de altura vai ajudar nossos pilotos a progredirem", ponderou. "Estando em um esporte tão exigente, somos constantemente exigidos a desenvolver novas soluções que se ajustem as nossas motos. O importante é manter o momento. Acredito que desenvolver constantemente na direção certa é uma filosofia vencedora em um campeonato tão competitivo", avaliou.

"Esta longa pausa de julho nos permitiu fazer uma análise profunda de onde estamos e implementar novas soluções que esperamos que sejam efetivas para a segunda metade da temporada", encerrou.

A MotoGP volta à ativa neste fim de semana após cinco semanas de férias. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da Estíria, décima etapa do Mundial de Motovelocidade 2021.

HONDA FAZ 2021 SEM BRILHO E REAFIRMA MÁRQUEZ-DEPENDÊNCIA | GP ÀS 10

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade