PUBLICIDADE

Marcelo Moreno pede calma com trabalho na seleção da Bolívia

Ex-jogador gravou vídeo em meio a revés para os Estados Unidos

24 jun 2024 - 15h12
Compartilhar
Exibir comentários
Centroavante fez 31 tentos em 101 compromissos na seleção –
Centroavante fez 31 tentos em 101 compromissos na seleção –
Foto: Divulgação / FBF / Jogada10

Agora ex-jogador, o atacante Marcelo Moreno publicou um vídeo nas redes sociais comentando a derrota da seleção da Bolívia, na estreia da Copa América, para os Estados Unidos.

Na sua avaliação, o processo de renovação que é pedido pelos torcedores já está em curso. Desse modo, é preciso dar tempo para a comissão técnica encabeçada pelo brasileiro Antônio Carlos Zago.

Além disso, o maior artilheiro da história da seleção boliviana pontuou que o nível técnico inferior da liga local impede que o grau de exigência em peças válidas para a seleção seja maior do que o atual. Nesse sentido, ele entende que investimentos precisam ser feitos em prolo do desenvolvimento do esporte no país.

Centroavante fez 31 tentos em 101 compromissos na seleção - Foto: Divulgação / FBF

"Estou aqui assistindo o jogo da seleção boliviana, contra os Estados Unidos, na Copa América e, infelizmente, não está indo muito bem. Mas tem que seguir trabalhando. Os processos são longos. Eu vejo que, na Bolívia, muitos pedem renovação. Essa é a renovação que temos. Por isso, é necessário dar tempo de trabalho para Zago e seu corpo técnico. Isso é o que temos. Não se pode querer algo a mais se, na Bolívia, não temos uma exigência tão alta como no futebol europeu. É preciso trabalhar e entender como estar no mesmo nível de outros jogadores em alta competitividade", detalhou Marcelo Moreno.

"Eu sei, mais do que qualquer um, como é estar na seleção, competir contra seleções poderosas, e sei que é preciso dar tempo aos garotos. Espero que seja um processo sério e que se invista para que o futebol boliviano possa melhorar, porque vamos precisar muito. Então, desejo sucesso para a seleção, espero que possam mostrar nessa Copa América e que possamos conseguir novos jogadores que consigam representar a seleção da maneira que possam nos deixar orgulhosos", acrescentou.

No ano passado, ele se aposentou tanto de La Verde como dos gramados - Foto: Carl de Souza/AFP via Getty Images

Necessidade de recuperação

No Grupo C, a Bolívia disputa uma das vagas nas quartas de final, além dos anfitriões, com Uruguai e Panamá. Assim, na segunda rodada, La Verde enfrenta os uruguaios na próxima quinta-feira (27), às 22h (de Brasília), no MetLife Stadium. Como perdeu na estreia, um novo revés faz com que os bolivianos não dependam mais de si para avançar ao mata-mata da Copa América.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade