PUBLICIDADE

Após nocautear russo ex-UFC, Vitor Petrino disputa cinturão meio-pesado no Iron Man

26 jan 2022 18h02
ver comentários
Publicidade

Uma das apostas da CMSystem na divisão dos meio-pesados, o invicto Vitor Petrino, de 24 anos, vai disputar o cinturão do Iron Man, tradicional evento do calendário nacional, no dia 25 de março, em Belém-PA. Com um cartel de seis vitórias em seis lutas, cinco delas por nocaute ou nocaute técnico, ele terá pela frente o anfitrião Leonardo "Black".

Petrino (à direita) é uma das apostas de Cristiano Marcello (Foto: Divulgação)
Petrino (à direita) é uma das apostas de Cristiano Marcello (Foto: Divulgação)
Foto: Lance!

"Apesar de estar invicto, eu não prometo vitória, prometo show e pancadaria, seja no chão ou em pé. Espero que meu adversário esteja preparado", avisa Petrino. "Não sei explicar de onde vem a minha agressividade. Gosto do que eu faço, gosto de adrenalina. Meu estilo é a mistura de adrenalina e vontade de vencer; agressividade é um bônus", completa.

Esse "bônus" reflete no tempo em que ele leva para definir suas lutas. Somado os cinco nocautes, foram apenas 11 minutos e 29 segundos dentro do cage, com quatro conquistados no primeiro round, sendo o mais rápido dele em 25 segundos. A inspiração do mineiro de Santa Luzia vem de ídolos conhecidos pelo instinto de definição.

"Me inspiro em grandes lendas como Wanderlei Silva, Murilo Ninja, Maurício Shogun, Mirko Crocop… lutadores que entravam com a certeza de uma grande luta", revela o lutador, que antes de viver da luta pagava as contas através de trabalhos como mecânico, motorista de aplicativo, segurança, vendedor e outros empregos comuns. "Trabalho nunca foi problema".

Vitor Petrino vem de uma vitória por nocaute no segundo round contra o russo Gadzimurad Antigulov, que foi do UFC, em luta válida pelo evento árabe UAE Warriors, em setembro do ano passado, em Abu Dhabi.

O Iron Man 23 será transmitido ao vivo pelo Bandsports. Além de Petrino, o meio-médio Geraldo "Luan Santana" também representa A CMSystem no card. Aos 31 anos, o mineiro de João Pinheiro possui um cartel de 14 vitórias e seis derrotas. Definidor como o parceiro de treino, "Luan Santana" triunfou oito vezes via nocaute e cinco via finalização.

Lance!
Publicidade
Publicidade