PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Lenda do sumô e rival mais pesado de Royce Gracie, Taro Akebono morre aos 54 anos

Ex-lutador, que morreu em decorrência de insuficiência cardíaca, ficou conhecido no Brasil após luta com Gracie

11 abr 2024 - 15h31
(atualizado às 16h53)
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Taro Akebono, ex-yokozuna e ex-lutador de sumô, morreu devido a insuficiência cardíaca com 54 anos, no Japão. Ele tinha um posto raro e conquistou 11 torneios na carreira.
Taro Akebono
Taro Akebono
Foto: Reprodução: Redes Sociais

O ex-lutador de sumô Taro Akebono, o primeiro yokozuna estrangeiro, morreu devido a insuficiência cardíaca. Aos 54 anos, ele enfrentava problemas de saúde havia sete anos. Yokozuna, que significa "grande campeão" em tradução livre, é uma honraria rara e representa o posto mais alto no ranking do esporte. As informações são da agência de notícias Reuters.

Akebono vinha enfrentando uma doença no coração e havia sido hospitalizado perto de Tóquio, Japão. Ele faleceu no início deste mês após sua condição ter piorado repentinamente.

Natural do Havaí, Akebono chegou ao posto de 64º yokozuna em 1993, conquistando enorme popularidade. Durante sua carreira, ele venceu 11 torneios. Akebono entrou no sumô profissional em março de 1988 e na divisão principal em setembro em 1990. Ele se aposentou em janeiro de 2001 e deixou a Associação de Sumô do Japão em 2003.

O embaixador dos EUA no Japão, Rahm Emanuel, lamentou a morte de Akebono e disse que ele é uma figura gigante no mundo do sumô e uma “ponte entre Estados Unidos e Japão”.

Akebono Taro também se tornou conhecido no Brasil por sua luta de MMA contra a lenda das artes marciais mistas, Royce Gracie. Em dezembro de 2004, durante o evento K-1: Dynamite, o brasileiro enfrentou o desafio. Na ocasião, os dois tinham uma diferença de peso de cerca de 140kg. Royce acabou vencendo por finalização com apenas 2 minutos e 13 segundos de luta.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade