PUBLICIDADE

Lenda do futebol brasileiro, Zagallo também fez história nas capas do Lance!

Relembre algumas das aparições do Velho Lobo na primeira página do jornal

6 jan 2024 - 17h42
(atualizado às 20h28)
Compartilhar
Exibir comentários

Considerado um ícone do futebol brasileiro, Zagallo fez história principalmente pelas suas conquistas, mas também pelo seu carisma, pelo amor à Seleção Brasileira e até pelas frases curiosas. E como todo personagem marcante do nosso esporte, o Velho Lobo também foi destaque em algumas das saudosas capas do Lance!.

Foto: Lance!

A seguir, contamos a história de duas dessas capas nos primeiros anos do jornal, nos anos de 1997 e 1998, quando o então técnico da Seleção Brasileira fazia os últimos ajustes na equipe em busca pelo pentacampeonato mundial. É mais uma das nossas singelas homenagens a este ícone do futebol brasileiro.

📰 NA COLA DO BAIXINHO - 26 de outubro de 1997

Faltando menos de um ano para a disputa da Copa do Mundo, a torcida brasileira vivia a expectativa por ver nos campos da França uma dupla de ataque formada por Ronaldo e Romário. O Fenômeno vivia seu auge no futebol europeu, vestindo a camisa do Barcelona (Espanha), e o Baixinho já estava consagrado pela conquista do Mundial de 1994. Com esta dupla, o Brasil conquistou a Copa América e a Copa das Confederações de 1997.

Para aumentar a empolgação, no dia 25 de outubro, o Lance! publicou uma entrevista exclusiva com Romário, na qual o atacante afirmava que estaria na Copa de qualquer maneira. O jogador ainda afirmava que o período de testes do treinador já havia acabado e, por isso, estaria garantido no Mundial. Detalhe: tudo isso na PRIMEIRA EDIÇÃO do jornal!

Zagallo, no entanto, fez questão de conter todo esse ânimo, também em entrevista exclusiva ao Lance!, em outubro de 1997. Na conversa, o então técnico do Brasil afirma que o Baixinho só jogaria a Copa da França se estivesse 100% fisicamente. Por trás da declaração, um dos episódios mais polêmicos da conturbada relação entre treinador e jogador: uma lesão forjada (segundo Zagallo) por Romário antes da semifinal da Copa América daquele ano, diante do Peru.

Seja a lesão forjada ou não, o episódio serviu de prenúncio para o corte de Romário às vésperas da Copa de 1998. O atacante afirmava que se recuperaria a tempo de disputar o Mundial, mas o treinador não quis arriscar e tirou o Baixinho da competição. A relação entre Romário e Zagallo nunca mais foi a mesma depois deste episódio.

📰 LOURÕES, CUIDADO - 18 de junho de 1998

Na primeira Copa do Mundo do Lance!, mais uma das capas que retrata um pouco do amor que Zagallo sentia pela Seleção Brasileira. Na ocasião, o técnico preparava sua equipe para a partida diante da Noruega, pela terceira rodada da fase de grupos do torneio.

Zagallo estava incomodado com uma derrota pesada por 4 a 2 sofrida em amistoso no ano anterior, diante do mesmo adversário. Além disso, o treinador da Noruega à época, Egil Olsen, afirmava que sua seleção era muito melhor que o Brasil.

Os desavisados podem até achar exagero, mas a irritação do Velho Lobo com o adversário tinha motivo: a Noruega é uma das poucas equipes no mundo que nunca foram derrotadas pela Seleção Brasileira até hoje (em quatro jogos, são duas vitórias para os europeus e dois empates). E a escrita se manteve no Mundial daquele ano: o Brasil foi derrotado por 2 a 1. Ainda assim, se classificou para as oitavas de final da competição, e o resto da história todos nós conhecemos: a Seleção de Zagaloo chegou à final, mas acabou sendo derrotada por 3 a 0 para os franceses, donos da casa.

Lance!
Compartilhar
Publicidade
Publicidade