0

Wagner diz que volta ao Cruzeiro até por salário de R$ 1 mil

O meia, que deixou o Al Khor, do Catar, declarou que deseja retribuir tudo que a Raposa fez por ele, aceitando até uma redução salarial

2 jul 2020
17h21
atualizado às 18h16
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O meia Wagner, revelado pelo América-MG, e com passagens importantes por Cruzeiro, Fluminense e Vasco, quer voltar ao time celeste. E aceita até um valor simbólico para jogar no clube que defendeu de 2004 a 2009.

Wagner jogou pelo Cruzeiro entre 2004 a 2009, sendo vice da Libertadores com o time azul-(Foto: AFP / VANDERLEI ALMEIDA)
Wagner jogou pelo Cruzeiro entre 2004 a 2009, sendo vice da Libertadores com o time azul-(Foto: AFP / VANDERLEI ALMEIDA)
Foto: LANCE!

O vice-campeão da Libertadores de 2009 com o time celeste, está com 35 anos e está livre no mercado após encerrar seu vínculo com o Al Khor, do

"Se eu tiver que me adequar às questões financeiras para ajudar o Cruzeiro, por mim, se quiserem me dar R$ 5 mil, R$ 10 mil, R$ 15 mil... se quiserem me dar R$ 1 mil, eu aceito. Eu só quero ajudar e retribuir o que o Cruzeiro fez por mim. A questão financeira não é empecilho nenhum na minha vida para retornar ao Cruzeiro. Basta o Cruzeiro realmente querer", disse o meia, à Rádio Itatiaia.

 

No início da temporada, o nome de Wagner entrou no plano do Cruzeiro para reforçar o elenco. Mas, a questão financeira imperou na época, evitando um retorno do jogador, que tem Wagner tem 218 jogos e 36 gols com a camisa celeste.

Outros nomes já se ofereceram

A declaração pública de Wagner para voltar ao Cruzeiro não foi a única de um ex-atleta do clube. O volante Nilton, bicampeão brasileiro em 2013 e 2014, já havia feito 'lobby' para retornar ao time mineiro. Outro que se declarou ao time mineiro recentemente, foi o atacante Kléber Gladiador, que foi companheiro de Wagner na campanha da Libertadores de 2009.

Veja também:

Editor do L! analisa os destaques da rodada de fim de semana
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade