1 evento ao vivo

Visando disputa na Copa do Brasil, Bolzan fala que São Paulo 'deve uma' ao Grêmio

Presidente do clube relembrou partida repleta de reclamações no Morumbi que terminou 0 a 0 pelo Brasileirão

23 nov 2020
10h42
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Na última semana, São Paulo e Grêmio eliminaram Flamengo e Cuiabá, respectivamente, e se colocaram em uma das semifinais da Copa do Brasil na formação de confronto que agradou ao presidente do Imortal, Romildo Bolzan.

Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio
Foto: Lance!

Para o mandatário do clube gaúcho em entrevista dada ao programa 'Cadeira Cativa', da emissora 'UlbraTV', Bolzan pontuou que não apenas via o time carioca que foi eliminado como um oponente mais difícil, mas também entende que os paulistas estão "em dívida" com o Grêmio diante da polêmica arbitragem no confronto do Brasileirão que terminou 0 a 0 no Morumbi.

Além disso, o dirigente agregou que as medidas tomadas pelo clube em reclamar junto a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) tiveram efeito positivo no que se refere a qualidade das atuações dos árbitros nos duelos seguintes:

- Eu achava o Flamengo mais difícil do que o São Paulo. Embora o São Paulo esteja em uma fase enorme e boa. O São Paulo nos deve uma, a recente. Aquilo foi um assalto. Nós fomos lá. Protestamos e tal. Depois tivemos boas arbitragens. Não ganhamos ou perdemos pela arbitragem. Mas tem coisas que não se explica. Fizemos um pacto de silêncio depois que analisamos o VAR. Nos pediram isso e cumprimos. Mas um dia se escreve as memórias. Aquilo foi uma das coisas mais tristes do Campeonato Brasileiro.

Como a Copa do Brasil será retomada somente em dezembro, mais precisamente nos dias 23 e 30, as atenções do Tricolor estão voltadas, nesse momento, ao Brasileirão e a Copa Libertadores onde, na quinta (26), inicia a disputa das oitavas de final diante do Guaraní, em Assunção, às 21h30 (horário de Brasília).

Veja também:

Veja os clubes tradicionais do Brasil que não estão nas Séries A e B
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade