12 eventos ao vivo
Logo do Vasco
Foto: terra

Vasco

Vice do Vasco cita 3 homicídios de Edmundo: "tirei da cela"

13 jan 2018
14h44
atualizado em 14/1/2018 às 16h56
  • separator
  • comentários

Durante entrevista coletiva neste sábado, o vice-presidente do Vasco, Eurico Brandão, expressou sua insatisfação com a política do clube e com o ex-jogador do clube, Edmundo:

Euriquinho revela descontentamento com Edmundo e usa palavras fortes contra o ex-jogador (Lancepress!)
Euriquinho revela descontentamento com Edmundo e usa palavras fortes contra o ex-jogador (Lancepress!)
Foto: LANCE!

"O presidente do Vasco não será o Julio Brant, mas sim o Edmundo. O Julio Brant é apenas uma figura que está na frente dele. É isso que o mercado sabe. O Edmundo tem falado besteiras, colocado algumas coisas. Há dois anos atrás ele fez um comentário infeliz e fui atrás dele para saber. Ele me deu uma resposta que eu guardei e vou ler para vocês: 'quero ter dizer que nunca faria isso, tenho um respeito muito grande por sua família e pelo presidente Eurico Miranda, nunca vou deixar de ter. Nossas diferenças é pela maneira que ele administra o clube que eu amo. Faço parte de um grupo que comete erros, pois leva para o lado pessoal coisas que são políticas, mas não penso como a maioria. Quero um Vasco melhor e vou lutar até o fim por isso. Quando tiver alguma dúvida, me liga, afinal gosto de muito de você e sua família'", disse o dirigente sobre a mensagem de Edmundo.

Euriquinho ainda recordou de um episódio forte, que para ele, reflete a personalidade do ex-atleta do Vasco. "Ele não tem caráter. O histórico do Edmundo fala por si só. A imagem que eu tenho dele é quando eu fui buscá-lo dentro de uma cela fria. Eu abri a porta de cela para ele sair. Fui lá com a chave da cela junto com o meu pai. Ele é um rapaz condenado por três homicídios e que se fez valer de recursos para a sentença dele prescrevesse. Era para ter passado um grande tempo na cadeira. Por sorte dele, a lei não era como é hoje. Ele pegou um momento que a lei favoreceu e por isso não foi preso. O recado que deixo é para ele me esquecer e esquecer o presidente. O Edmundo é um mau pai, foi mau filho e é um mau homem", complementou o vice-presidente do Vasco

O LANCE! procurou a assessoria da chapa Sempre Vasco Livre para um posicionamento de Edmundo após as declarações de Euriquinho, mas foi informado que a princípio, o ex-jogador cruz-maltino não irá se pronunciar.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade