2 eventos ao vivo

UFC São Paulo: Carcacinha finaliza e rouba a cena no card preliminar

Card preliminar do UFC São Paulo, que acontece neste sábado (16), teve como grande destaque a finalização do peso-pena Ricardo Carcacinha em quatro minutos; resultados

16 nov 2019
22h52
atualizado em 17/11/2019 às 09h07
  • separator
  • 0
  • comentários

Após começar em ritmo morno, o card preliminar do UFC São Paulo, realizado neste sábado (16), acelerou e reservou bons combates para os fãs presentes no Ginásio do Ibirapuera. O destaque foi Ricardo Carcacinha. Natural de Campinas, o peso-pena levantou o público com uma finalização em quatro minutos.

Natural de Campinas, em São Paulo, Carcacinha foi bastante aplaudido pelo público (Foto: Reprodução)
Natural de Campinas, em São Paulo, Carcacinha foi bastante aplaudido pelo público (Foto: Reprodução)
Foto: Lance!

Em outro grande duelo, Francisco Massaranduba derrotou Bobby Green por decisão unânime depois de três rounds de intensa movimentação. Alguns especialistas, inclusive, viram vitória de Green, mas a decisão da arbitragem sacramentou o triunfo do brasileiro após aposta na trocação. Foi também a quarta vitória de Massaranduba em São Paulo: ele se isolou como o maior vencedor da história do evento na cidade.

Na luta que fechou o card preliminar, Serginho Moraes não foi capaz de parar o jogo em pé do americano James Krause e acabou nocauteado no terceiro round. Com o resultado, Krause somou sua sexta vitória consecutiva, enquanto Serginho conheceu seu terceiro revés seguido no peso meio-médio.

Ricardo Carcacinha pega uruguaio no mata-leão

Natural de Campinas, em São Paulo, o peso-pena Ricardo Carcacinha fez a festa da torcida lutando em casa. Ele precisou de apenas quatro minutos para pegar as costas do uruguaio Eduardo Garagorri em pé, pesar pra trás e, no chão, ajustar até o mata-leão. Foi a segunda vitória consecutiva do brasileiro.

Em reviravolta, jamaicano finaliza Warlley Alves

Warlley Alves começou muito bem o combate contra o jamaicano Randy Brown, conseguindo duas quedas e quase finalizando Brown em ambas oportunidades. Na volta para o segundo round, porém, o brasileiro acabou surpreendido. Mostrando que também é bom de chão, o jamaicano aproveitou um vacilo de Warlley e encaixou um triângulo, forçando os três tapinhas de Alves em disputa válida pelo peso meio-médio.

Douglas D'Silva castiga ex-campeão Renan Barão

Após um certo estudo, Renan Barão e Douglas D'Silva começaram a trocar golpes em pé. Na metade do assalto, Barão conseguiu uma linda queda, mas sem ação, o árbitro mandou o duelo voltar no centro do octógono. Foi aí que Douglas melhorou, encaixou uma boa combinação e começou seu passeio.

No segundo e terceiro rounds, D'Silva partiu pra cima, enquanto o ex-campeão dos galos, sem sucesso, seguia apostando nas quedas. Mantendo a potência dos seus golpes do início ao fim, Douglas foi castigando Barão, que resistiu ao nocaute, mas acabou derrotado por decisão unânime. Foi a quinta derrota consecutiva do ex-campeão no UFC, situação crítica, enquanto D'Silva voltou a vencer no peso pena.

Lipski vence a primeira em guerra contra Isabela

Ariane Lipski começou ligada no 220v, indo pra cima nos primeiros segundos e castigando Isabela de Pádua em pé, que chamada há pouco mais de 24h para a luta, conseguiu resistir e terminar o round por cima no chão, mas sem muita efetividade. No segundo round, Isabela tentou novamente a queda, mas dessa vez foi Ariane quem caiu por cima. A situação da estreante ficou ainda pior quando ela perdeu um ponto após acertar uma pedalada ilegal. No fim do assalto, em uma bobeira de Ariane, Isabela encaixou um lindo triângulo invertido, depois forçou no armlock e por muito pouco não finalizou.

No último round, mais inteira fisicamente, Lipski levou para o chão, controlou o duelo por cima e confirmou o triunfo por decisão unânime. Depois de duas derrotas, a "Rainha da Violência" enfim venceu pelo UFC.

RESULTADOS:

UFC Fight Night 164
Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo (SP)
Sábado, 16 de novembro de 2019

Card preliminar
James Krause derrotou Serginho Moraes por nocaute técnico no 3R
Ricardo Carcacinha finalizou Eduardo Garagorri com um mata-leão no 1R
Francisco Massaranduba derrotou Bobby Green por decisão unânime dos jurados
Randy Brown finalizou Warlley Alves com um triângulo no 2R
Douglas D'Silva derrotou Renan Barão por decisão unânime dos jurados
Ariane Lipski derrotou Isabela de Pádua por decisão unânime dos jurados
Tracy Cortez derrotou Vanessa Melo por decisão unânime dos jurados

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade