0

Time do Acre fica sem verba para voltar e Palmeiras vai bancar retorno

Eliminado pelo Verdão na Copa São Paulo de Futebol Júnior, elenco do Galvez-AC não tinha condições financeiras para retornar ao seu estado. Palmeiras se sensibilizou com situação

14 jan 2019
11h18
atualizado às 11h21
  • separator
  • comentários

Eliminado da Copa São Paulo de Futebol Júnior pelo Palmeiras após derrota por 3 a 0, neste domingo, o elenco do Galvez-AC estava sem recursos para voltar a Rio Branco. Tal fato ocorreu pelo fato de o time ter avançado à fase de mata-mata da Copinha. Os acreanos foram para São Paulo com as passagens de volta nas mãos, com a previsão de eliminação logo na fase de grupos. Mas o Galvez avançou até a terceira fase, onde caiu para o Palmeiras, na cidade de Capivari (SP). Após o jogo, o Verdão se sensibilizou com a situação e vai bancar a viagem de volta do Galvez para o Acre. Além disso, o clube convidou a delegação do Galvez para um tour no Allianz Parque nesta segunda-feira.

Palmeiras bateu o Galvez por 3 a 0 e avançou às oitavas de final da Copa São Paulo (Foto: Divulgação/Palmeiras)
Palmeiras bateu o Galvez por 3 a 0 e avançou às oitavas de final da Copa São Paulo (Foto: Divulgação/Palmeiras)
Foto: Lance!

A falta de verba chamou a atenção nas redes sociais após Oziel Moreira, treinador do Galvez, detalhar esta situação em entrevista ao canal SporTV. Com a mudança na data do voo de volta, a operadora só devolveu 30% dos valores das passagens. No entanto, a situação já tinha sido revelada pelo Galvez no sábado, quando o clube pediu apoio para retorno da delegação em um site de financiamento coletivo. O clube precisava de R$ 44 mil para voltar a Rio Branco e chegou a arrecadar R$ 1.545,00 por este site.Segundo o presidente do Galvez, tenente-coronel Edener Franco, o clube não poderia não ter comprado as passagens antecipadas, pois em caso de eliminação precoce sem as vagas reservadas também aconteceriam problemas.

- Nós tínhamos que planejar o retorno desses meninos. Ou a gente comprava, ou ia dar no mesmo que aconteceu agora. Compramos a passagem para o término da primeira fase. Hoje, cada passagem, está quasse R$ 2 mil. Então, compramos a passagem num preço menor, tanto a ida como a volta, e deixamos, caso acontecesse isso (classificar), a gente corresse atrás de algum apoio para pagar essa diferença de valores. Só que agora nem tem vaga, nem tem passagem e as passagens que tem estão nesses valores - explicou em entrevista ao site Globoesporte.com.

Somando atletas e comissão técnica, 22 pessoas fazem parte da delegação do Galvez na Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade