2 eventos ao vivo

Santos estuda saída amigável de Bryan Ruiz, insatisfeito no clube

Segundo seu empresário, acordo tem sido conversado desde o começo da pré-temporada e as próximas horas serão decisivas para a liberação. Meia não deve ficar para 2019

9 jan 2019
23h18
  • separator
  • 0
  • comentários

O meio-campista Bryan Ruiz pediu uma rescisão de contrato amigável ao Santos e pode ser atendido nas próximas horas. A informação foi inicialmente publicada pela Gazeta Esportiva. O jogador está insatisfeito no clube e desde o começo da pré-temporada busca deixar o plantel. De acordo com seu empresário, o costarriquenho está agradecido com a diretoria alvinegra, mas não quer ficar mais no Brasil.

Ruiz treina de colete na pré-temporada: meia quer mais oportunidades em outro time (Foto: Ivan Storti/Santos)
Ruiz treina de colete na pré-temporada: meia quer mais oportunidades em outro time (Foto: Ivan Storti/Santos)
Foto: Lance!

- Desde que chegou ao Brasil, Bryan tem conversado com a diretoria para buscar uma saída amigável do clube. Nas próximas horas teremos mais detalhes. Ele está muito agradecido com a diretoria do clube - disse seu empresário, Kristian Argueda, ao La Nación, da Costa Rica.

O meia não quer passar mais um ano entre os reservas e, por isso, prefere buscar outros ares neste momento. O Alvinegro não se opõe a liberá-lo, posto que o jogador recebe um salário relevante para o orçamento mensal e, de fato, seria pouco usado neste início de semestre. O contrato vai até julho de 2020.O jogador de 33 anos foi contratado no meio do ano passado, quando o Santos investiu apenas em luvas para tê-lo em seu elenco, já que o contrato com o Sporting, de Portugal, já havia sido encerrado. O atleta chegou ao clube com pompa e expectativa de se tornar titular, mas não empolgou e pouco foi usado por Cuca durante o segundo semestre.

O argentino Jorge Sampaoli também não se empolgou com o futebol do costarriquenho. Vale lembrar que o Santos está próximo de anunciar a contratação de Yeferson Soteldo, da Venezuela. Com Bryan e o novo reforço, o Peixe ficaria com seis estrangeiros no elenco. O máximo permitido por jogos são cinco jogadores de fora do país.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade