3 eventos ao vivo

Saída de Yony pode abrir espaço para Léo Natel no ataque do Corinthians

Atacante ex-São Paulo ainda nem foi anunciado oficialmente pelo clube, mas já pode chegar brigando por vaga no time titular de Tiago Nunes em um setor ainda indefinido

15 jul 2020
08h03
atualizado às 11h15
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Corinthians anunciou na última terça-feira a devolução de Yony González ao Benfica e essa saída deve desencadear uma série de efeitos no ataque, um dos setores mais indefinidos do time de Tiago Nunes. Entre essas consequências, a abertura de um espaço maior para Léo Natel entrar na briga pela titularidade, mesmo sem ainda ter sido anunciado oficialmente como reforço do clube.

Léo Natel pertencia ao São Paulo antes de assinar contrato com o Corinthians (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Léo Natel pertencia ao São Paulo antes de assinar contrato com o Corinthians (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Foto: Lance!


No elenco atual o Timão conta com Everaldo, Janderson e Matheus Davó como homens de velocidade e habilidade que podem atuar pelo lado do campo. Antes da paralisação, a equipe estava sendo moldada com Everaldo de um lado e Yony González do outro, no entanto, nenhum ainda havia convencido em suas participações. Boselli, nessa configuração, era a referência no ataque.

Léo Natel chega justamente para brigar por essa vaga "sem dono" de um ponta com velocidade para atuar pelos lados. Apesar de ser destro, joga mais pelo extremo esquerdo do campo, onde Yony vinha sendo escalado por Tiago Nunes e era cotado para jogar o Dérbi, caso tivesse sua compra efetuada junto ao clube português. Natel não deve estar apto para o clássico, mas certamente poderá explorar um espaço carente que o Timão busca preencher há tempos.

Vale lembrar que no fim da temporada passada e no começo desta, o Corinthians tentou a contratação de Michael, que estava no Goiás, e de Rony, que estava no Athletico-PR, porém acabou esbarrando na questão financeira, e a dupla reforçou, respectivamente, Flamengo e Palmeiras. Os dois são atletas com esse estilo citado acima, no qual Yony González não se encaixou.

Abrir mão da compra do colombiano também tem a ver, de certa forma, com a chegada de Léo Natel, pela qual o Corinthians não precisou disponibilizar sequer um centavo para adquiri-lo junto a outro clube, já que o contrato do jogador com o São Paulo terminou no dia 30 de junho. Sendo assim, as despesas com jovem de 23 anos serão apenas em luvas e salários.

Na equação, o Corinthians economiza cerca de R$ 20 milhões, renova a aposta em um jogador para a posição e deixa Tiago Nunes mais livre para buscar alternativas no setor, inclusive escalando Jô e Boselli juntos, com Luan e Ramiro como apoios pelo meio, e Everaldo, Janderson, Matheus Davó e Léo Natel como opções de banco para mudar o jogo conforme a necessidade se mostre.

O próximo compromisso do Corinthians será no dia 22 de julho, contra o Palmeiras, na Arena, pela 11ª rodada do Paulistão, retomando a competição estadual. Essas mudanças devem ficar para depois, já que a presença de Jô e de Léo Natel no Dérbi são tratadas como difíceis neste momento. Assim, um provável time titular para o duelo é: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Gil e Sidcley; Gabriel, Camacho, Ramiro e Luan; Everaldo e Boselli.

Veja também:

Repórter do L! analisa estreia do Botafogo no Campeonato Brasileiro
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade