1 evento ao vivo

Ricardo Goulart volta a tratar no Palmeiras e reencontra Felipão

Ainda sem futuro definido, meia-atacante dará continuidade à recuperação da cirurgia que passou no joelho no Centro de Excelência, na Academia de Futebol. Verdão ainda o deseja

5 jan 2019
15h12
atualizado às 15h12
  • separator
  • comentários

Ricardo Goulart está de volta à Academia de Futebol, mas por enquanto apenas seguindo o tratamento da cirurgia que fez no joelho, no fim de 2018. O meia-atacante já havia iniciado a recuperação no Centro de Excelência entre novembro e dezembro, e agora voltará a usar a estrutura do Palmeiras.

Luiz Felipe Scolari tirou foto com o tradutor do Guangzhou, Nuno Gongsong, e Goulart (Foto: Reprodução)
Luiz Felipe Scolari tirou foto com o tradutor do Guangzhou, Nuno Gongsong, e Goulart (Foto: Reprodução)
Foto: Lance!

Com a reapresentação do elenco na quinta-feira, o jogador reencontrou o técnico Luiz Felipe Scolari, com quem acumulou títulos no Guangzhou Evergrande (CHN) entre 2015 e 2017. Nuno, tradutor do time chinês, posou para foto com os dois brasileiros na Academia.

A recuperação de Goulart ocorre conforme o esperado, e a torcida alviverde sonha em tê-lo no Palmeiras em 2019. A negociação entre o jogador e o clube avançou bastante no fim de 2018, mas ainda não há uma definição por conta do Guangzhou, equipe com a qual o jogador de 27 anos de idade tem contrato até janeiro de 2020.Para acontecer o negócio, seria preciso Goulart renovar antes de ser emprestado por uma temporada. Alexandre Mattos disse na sexta que ainda não houve uma conversa com o clube chinês, pois o meia-atacante segue em tratamento. Veja aqui o que disse o diretor de futebol.

Um fator que pode ajudar ao Verdão é o interesse do Guangzhou em David Neres, atacante formado no São Paulo e hoje no Ajax, da Holanda. De acordo com o jornal "De Telegraaf", os chineses ofereceram 30 milhões de euros (R$ 127 milhões) pelo garoto, e a oferta a princípio agradou.

Caso avancem as tratativas com Neres, o Guangzhou teria de abrir mão de algum estrangeiro, pois já possui quatro, número máximo permitido pela federação da China. Além de Goulart, os brasileiros Paulinho, Talisca e Alan fazem parte do elenco.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade