0

Renato se desculpa com Corinthians, mas diz: "vai tropeçar"

Técnico do Grêmio discursa após dizer que Corinthians 'tropeçaria' no Brasileirão

16 jul 2017
20h24
atualizado às 20h58
  • separator
  • comentários

Após dizer na última quinta-feira que o Corinthians "despencaria" no Campeonato Brasileiro, o técnico Renato Gaúcho se desculpou neste domingo. Em vez de "despencar", o treinador do Grêmio disse que o Timão vai tropeçar.

Renato Gaúcho no comando do Grêmio (foto: Jeferson Guareze/AGIF)
Renato Gaúcho no comando do Grêmio (foto: Jeferson Guareze/AGIF)
Foto: LANCE!

"Peço desculpas porque me posicionei mal após o jogo do Flamengo. Disse que o Corinthians despencaria. Peço desculpas. (Eu quis dizer que) Ele tropeçaria. Despencar fica muito mais difícil, mas vai tropeçar", discursou Renato Gaúcho, antes da entrevista coletiva após a vitória do Grêmio sobre a Ponte Preta, neste domingo.

"Acima de tudo, o Grêmio precisa fazer a parte dele. Não adianta o Corinthians tropeçar se o Grêmio não fizer. Não quero tirar os méritos do Corinthians. Pelo contrário. O Corinthians está lá por méritos, mas tropeçará. É normal. O Grêmio não pode ficar tropeçando para se distanciar do pelotão que está atrás para depois ver o que ocorre com o Corinthians", afirmou.

No último sábado, o técnico Fábio Carille foi questionado sobre a declaração de Renato Gaúcho. O treinador do Corinthians minimizou.

"Não tenho nada para falar sobre isso. O grupo é muito maduro. Isso é muito pequeno perto das cobranças que aconteceram no começo do ano. Isso aí não é nada pelo tanto que fomos bombardeados. Ninguém aqui dentro falou sobre isso a não ser o Marquinhos Gabriel, que foi perguntado na entrevista (coletiva de sexta-feira)", disse Carille.

"A questão do Renato eu não tenho o que falar. Cada um fala o que quer. A gente continua trabalhando do nosso jeito. Se está achando que vai afetar... Nosso grupo é muito maduro. O que esse grupo passou no começo do ano até o jogo do 1 a 0 contra o Palmeiras (pelo Paulistão), isso aí não é nada", - acrescentou o técnico do Corinthians.

O Corinthians é o líder do Brasileirão, com 36 pontos, oito a mais que o Grêmio, segundo colocado.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade