0

Prime Experience retorna durante à pandemia em Brasília; veja como foi

A edição foi realizada na Asa Sul, Brasília, e contou com 308 atletas inscritos - número que a organização achou o suficiente para manter a segurança dos envolvidos

22 set 2020
19h01
atualizado às 20h40
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

No último fim de semana, entre os dias 18 e 20, foi realizado o primeiro Prime Experience de Jiu-Jitsu nesta retomada durante à pandemia do novo coronavírus. A edição foi realizada no Ginásio Sindlegis, na Asa Sul, em Brasília, e contou com 308 atletas inscritos - número que a organização achou o suficiente para manter a segurança de todos os envolvidos. O evento contou com um rigoroso protocolo de segurança contra o contágio do vírus, mas não testou os atletas. Apenas staff e árbitros foram testados para Covid-19.

Prime Experience foi realizado em Brasília com protocolo de segurança (Foto: Divulgação/Prime)
Prime Experience foi realizado em Brasília com protocolo de segurança (Foto: Divulgação/Prime)
Foto: Lance!

Confira os campeões do Prime Experience, AQUI

Alexandre Souza, responsável pela organização do evento ao lado de Luiz Danubio, comentou sobre os protocolos adotados: - Quando a pessoa fez a inscrição no torneio, precisou aceitar o termo de não comparecer ao ginásio com qualquer sintoma de Covid-19. Na entrada do ginásio, verificamos a temperatura de todos os atletas e professores. Não teve público, apenas o atleta e professor podiam entrar, onde nós tínhamos poucas pessoas. Por hora, tínhamos, no máximo, 17 pessoas e mais o staff, que era muito reduzido. Eram menos de 30 pessoas dentro do ginásio. As arquibancadas nós dividimos e fizemos baias para ficar o atleta e o treinador. Ou seja, eles só tinham contato com outras pessoas na hora da luta - disse

Os campeonatos de Jiu-Jitsu estão retornando pelo Brasil e no mundo. O que tem acontecido, há pelo menos dois meses, são torneios GPs ou de lutas casadas. Neste fim de semana, a IBJJF realizou seu primeiro evento em sete meses, o Austin Open, no Texas (EUA), e a AJP Tour sediou uma edição na Holanda.

Nas próximas semanas, os eventos de Jiu-Jitsu pelo país devem aumentar com o processo de flexibilização dos governos estaduais e municipais pelo Brasil. Alexandre Oliveira deixou uma mensagem para os atletas que querem competir, mas ainda não se sentem confortáveis por conta do novo coronavírus

- Sabemos que o Covid-19 é uma realidade, que a pandemia existe e que o vírus não é "gripezinha" que se divulgava no começo da quarentena. Por outro lado, sabemos a importância do Jiu-Jitsu na vida das pessoas e que hoje é mais que esporte na vida das pessoas, é um estilo de vida. As academias estão criando protocolos de forma bem segura e a questão de segurança quanto a limpeza que não existia até então, eu acredito que vai ficar pós-pandemia. As pessoas que têm interesse em competir, elas precisam saber que não temos vacina e existe risco de contágio não só no campeonato, mas como em todos lugares. Elas precisam saber como estão, para não colocar ninguém em risco e nem se colocar em perigo - concluiu.

A Prime disponibiliza a todos os promotores de eventos que interessados o protocolo sanitário que foi utilizado. Para mais informações, envie um e-mail para fabiano@haiti.com.br.

Veja também:

A novela continua! Após desistir de espanhol, Palmeiras segue em busca de novo técnico
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade