PUBLICIDADE

Pressionado, Fluminense tenta dar a volta por cima fora do Maracanã; veja os números

Tricolor vem de decepcionante derrota por 5 a 0 na última rodada e tenta melhorar o retrospecto no Nilton Santos nesta temporada

16 jan 2021 07h03
| atualizado às 07h03
ver comentários
Publicidade

A vitória de virada no Fla-Flu e a goleada por 5 a 0 sofrida contra o Corinthians deram dois sentimentos opostos ao Fluminense nos últimos dias. Entretanto, algo em comum foi o sentimento de que ainda há muito o que melhorar na equipe. Para uma nova chance de deixar uma boa impressão e continuar firme na briga por vaga na Libertadores, o Tricolor terá pela frente um rival que já deu dor de cabeça antes neste Campeonato Brasileiro, o Sport. Além de amenizar a pressão, o Flu também tenta melhorar o retrospecto no Estádio Nilton Santos, local do embate neste sábado, às 19h, em jogo com transmissão em tempo real do LANCE!.

Fluminense venceu o Coritiba na última partida no Nilton Santos (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)
Fluminense venceu o Coritiba na última partida no Nilton Santos (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)
Foto: Lance!

Nesta temporada, o Flu teve duas vitórias, uma derrota e três empates atuando no estádio, casa do Botafogo. A equipe será obrigada a sair do Maracanã porque o local já está entregue à Conmebol para a final da Libertadores, no próximo dia 30. O clássico contra o Alvinegro, inclusive, dia 23, será em São Januário. Os números gerais do Fluminense no Niltão são bons: 51 vitórias, 35 empates e 27 derrotas. A última lembrança é a goleada por 4 a 0 contra o Coritiba, adversário da próxima quarta-feira.

Independentemente do local, o Fluminense precisa reagir. Ainda em sétimo lugar na tabela, o Tricolor tem um jogo a menos em relação a Corinthians e Santos, que vem logo atrás com um ponto de diferença. Mesmo que o Brasileiro vire G7 ou G8, o Flu começa a ligar o sinal de alerta. Depois de um péssimo primeiro tempo no clássico, o jogo na Neo Química Arena reuniu o que de pior a equipe de Marcão mostrou até o momento. O treinador, inclusive, estará de volta ao banco de reservas após se recuperar de Covid-19.

- É muito cedo após a derrota para achar que está tudo ruim. Temos que analisar friamente. Sabemos que pecamos muito hoje, especialmente nas transições. Com isso, pega uma equipe tão qualificada, sem conseguir fechar os espaços, têm muito a sofrer. Tenho certeza que vamos ajustar o que precisa, nesse jogo foram mutias coisas. Não adianta achar que está tudo errado, vamos analisar o jogo. Nosso início tem sido muito ruim e acabamos não conseguindo crescer na segunda etapa. Contra o Flamengo deu certo, mas hoje não. Pagamos caro por não estar com aquela determinação - disse o auxiliar Ailton Ferraz após a goleada.

Para a partida deste sábado, o Fluminense ainda não poderá contar com o meia Paulo Henrique Ganso, que se recupera de cirurgia de apêndice, e Muriel, que sofreu pancada no rosto no treino. Com relação aos desfalques da última rodada, Felippe Cardoso retorna de suspensão. Luiz Henrique, antes em processo de recuperação física após lesão, será novidade entre os titulares, assim como o jovem Martinelli na vaga de Yuri. Hudson e Wellington Silva também foram sacado para Luiz Henrique e Lucca.

Em partidas longe do Maracanã nesta temporada, como mandante ou visitante, incluindo os dois amistosos contra o Botafogo, o Flu soma nove vitórias, sete empates e 10 derrotas. No primeiro turno, o Sport venceu por 1 a 0. Agora, o Flu tenta dar a volta por cima em casa.

Lance!
Publicidade
Publicidade