0

"Paguem as famílias" e homofobia: o Fla-Flu na arquibancada

Clássico desta quarta-feira, no Maracanã, vencido pelo Flamengo por 3 a 2, voltou a ser palco de cânticos com alusão ao incêndio no Ninho do Urubu, que vitimou dez crianças

13 fev 2020
00h22
atualizado às 08h04
  • separator
  • 0
  • comentários

O clássico entre Fluminense e Flamengo, realizado nesta quarta-feira, no Maracanã, voltou a ficar marcado por manifestações das torcidas a respeito da tragédia no Ninho do Urubu, que completou um ano no último sábado e levou dez jovens da base do clube da Gávea à morte. Pela semifinal da Taça Guanabara, a torcida do Flu iniciou com os gritos de "paguem as famílias", ainda no primeiro tempo.

Torcida do Flamengo entoou cânticos homofóbicos no Macaranã(Foto: Paulo Sergio/Agencia F8)
Torcida do Flamengo entoou cânticos homofóbicos no Macaranã(Foto: Paulo Sergio/Agencia F8)
Foto: LANCE!

Esta manifestação dos tricolores foi ouvida outras vezes ao longo da partida, vencida pelo Flamengo por 3 a 2, pela semifinal da Taça Guanabara. Aliás, os rubro-negros, quando o confronto se encaminhava para o apito final, entoaram cânticos homofóbicos como 'resposta': "Time de v...".

Em seguida, tricolores retrucaram com pedidos de "justiça". Com o encerramento (e vaga rubro-negra), ambas as torcidas optaram por enaltecer os seus respectivos times.

Cabe destacar que, no jogo pela fase de grupos, quando o Flamengo ainda era comandado por Maurício Souza e contava com garotos, os tricolores cantaram "time assassino". O fato gerou ampla repercussão, inclusive culminando com nota oficial do Flu, lamentando e se desculpando pelo ocorrido, e julgamento no Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro, que apenas advertiu o clube.

O clube foi denunciado pela Procuradoria, mesmo com o fato não sendo relatado na súmula pelo árbitro, sendo enquadrado no artigo 243-G do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD): "Praticar ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência".

Veja também: 

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade