0

Neto detona Luan: "Não vem com esse negócio de depressão"

Apresentador da Band e ídolo no Parque São Jorge não escondeu a indignação com o time paulista depois da derrota para o Fla por 5 a 1

19 out 2020
15h59
atualizado às 16h32
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Ídolo do Corinthians, o ex-jogador Neto não escondeu a indignação com a goleada sofrida pelo clube, por 5 a 1, para o Flamengo, no último domingo. E um dos alvos da fúria do hoje apresentador da Band foi o atacante Luan, comparado a um torcedor de luxo, durante programa exibido nesta segunda-feira.

Neto escolheu Luan como um dos alvos após Corinthians ser goleado (Foto: Reprodução)
Neto escolheu Luan como um dos alvos após Corinthians ser goleado (Foto: Reprodução)
Foto: LANCE!

"Pra você do marketing do Corinthians. Faz o plano Luan, o fiel torcedor Luan. Sabe qual é? Você pode chegar de ônibus, ficar sentado no banco, errar o passe, comer pão. Você ganha duas camisas de jogo, ganha o calção e no final senta no banco como o "Fiel torcedor Luan". É isso que você é, 'velho'. Não vem com esse negócio de depressão não. Eu tenho depressão, todo dia minha cabeça está a um milhão, tenho que matar um leão todos os dias. É resistência!", ironizou Neto.

Contratado pelo Corinthians para reforçar a equipe no início da temporada, Luan precisou vir a público, no início de outubro, para desmentir boatos de que havia sido diagnosticado com um quadro depressivo.

A fake news ganhou projeção com o compartilhamento em massa de uma suposta conversa do atleta com uma amiga em que ele revelava ter a doença.

"Fala, galera. Primeiramente gostaria de agradecer a todos que me apoiam e torcem por mim, sempre. Em segundo lugar, é importante dizer que são falsas as notícias de que eu estaria com depressão ou qualquer print de conversa minha com qualquer pessoa sobre isso. É MENTIRA! Depressão é coisa séria e não devemos ser levianos sobre isso. Estamos todos trabalhando para dar o melhor para o Corinthians", escreveu o jogador em seu perfil no Instagram.

Veja também:

Confira a repercussão da morte de Maradona na Argentina e pelo mundo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade