0
Logo do Palmeiras
Foto: terra

Palmeiras

Felipão detona Palmeiras por demissão de Baptista: "absurdo"

5 mai 2017
18h24
atualizado às 18h42
  • separator
  • comentários

A demissão de Eduardo Baptista do Palmeiras na noite da última quinta-feira repercutiu até na China. O técnico Luiz Felipe Scolari, atualmente no Guangzhou Evergrande, saiu em defesa do companheiro de profissão e chamou de "absurda" a decisão do clube paulista.

"Um absurdo a demissão dele. Ele está na liderança do seu grupo na Libertadores e praticamente classificado. Tem só quatro meses de trabalho. É um técnico jovem e quando se aposta assim tem que dar respaldo e tempo para o crescimento do trabalho. A culpa não é só do técnico, tem que se observar outros fatores e setores do clube que determinam um momento irregular de uma equipe", disse.

Eduardo foi contratado pelo Palmeiras em dezembro do ano passado para substituir Cuca. Levou o time à semifinal do Paulistão, fase em que foi superado pela Ponte Preta, e à liderança do Grupo 5 da Libertadores faltando uma rodada para o fim dessa fase.

"No caso do Eduardo Baptista ainda teve uma parcela de responsabilidade de parte da imprensa que fez uma pressão para sua saída. Ele é uma vítima. Gostaria de estar aí para dar um abraço nele neste momento. Está na hora dos técnicos se manifestarem para acabarmos com este tipo de situação", completou.

Momento do Evergrande

Felipão ainda comentou sobre o momento do Guangzhou Evergrande, que abriu a 8ª rodada da Liga Chinesa com uma vitória de virada por 3 a 2 contra o Shanghai Shenhua. Na partida, o goleiro Cheng Zeng sofreu um frango, o Shenhua marcou após o tempo de acréscimo no primeiro tempo, o zagueiro Jianbin Li fez contra e o atacante Giovanni Moreno foi expulso.

"Foi muito difícil. O Shenhua tem uma ótima equipe. É time para brigar pelo título também. Nesta partida aconteceu de tudo, até a falha do meu goleiro, que é um dos melhores. O importante é que conseguimos a vitória. Fiz uma alteração no segundo tempo que surtiu efeito e buscamos a virada", disse.

Com a vitória, o Guangzhou foi a 19 pontos e se isolou na liderança. Só poderá ser alcançado pelo Guangzhou R&F, que joga fora de casa no domingo contra o Shandong Luneng, quarto colocado com 13 pontos. O R&F tem 16 pontos, mas dois gols de saldo a menos que o Evergrande.

Scolari treina oGuangzhou Evergrande(Foto: Kazuhiro Nogi / AFP
Scolari treina oGuangzhou Evergrande(Foto: Kazuhiro Nogi / AFP
Foto: LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade