PUBLICIDADE

Inter de Milão estuda entrar com ação legal contra a Uefa

Motivo é por conta de resultado positivo do exame para Covid-19 de Hakimi, que não pôde jogar contra o Borussia Monchengladbach pela Liga dos Campeões

24 out 2020 09h29
ver comentários
Publicidade

A Inter de Milão está enfurecida com a Uefa e planeja tomar medidas contra a entidade, segundo o "La Gazzetta dello Sport". O motivo é por conta de time de Antonio Conte não ter conseguido escalar Hakimi no duelo contra o Borussia Monchengladbach pela Liga dos Campeões. O marroquino havia testado positivo para Covid-19 na última quarta-feira, dia do duelo, mas o exame feito na última sexta-feira deu negativo.

Hakimi está liberado e deve jogar contra o Genoa neste sábado (Divulgação/Internazionale)
Hakimi está liberado e deve jogar contra o Genoa neste sábado (Divulgação/Internazionale)
Foto: Lance!

O clube italiano reclama, pois a entidade que regula o futebol europeu havia se pronunciado afirmando que todos os testes PCR da equipe deram negativo, mas no período da tarde foi anunciado que o lateral era "ligeiramente positivo". Em novo resultado neste sábado, o jogador voltou a dar negativo e deve estar presente na partida contra o Genoa, às 13h (horário de Brasília).

Lance!
Publicidade
Publicidade