0

Homenagens, medalha e pedido: o dia de Larissa com o campeão

Jovem torcedora, de apenas seis anos, emocionou a todos no vestiário tricolor, deu a volta olímpica após o título da Copinha e deixou o Pacaembu com a medalha de campeã no peito

26 jan 2019
08h31
atualizado às 13h59
  • separator
  • comentários

A tarde da última sexta-feira foi especial para o São Paulo. Em seu aniversário de 89 anos, o clube festejou o tetracampeonato da Copinha com o Pacaembu cheio. Para a pequena Larissa, de apenas 6 anos, o dia certamente ficará gravado na memória. Torcedora símbolo na campanha que levou o Tricolor para mais um título na principal competição de base do país, a garota foi homenageada pelos jogadores, que entraram em campo com as cabeças raspadas, e emocionou a todos.

Os inseparáveis Antony e Larissa durante a comemoração do título do São Paulo (Reprodução/Twitter)
Os inseparáveis Antony e Larissa durante a comemoração do título do São Paulo (Reprodução/Twitter)
Foto: LANCE!

Na noite que antecedeu a decisão com o Vasco, Larissa mal conseguiu dormir, tamanha a ansiedade. A jovem são-paulina, que luta contra um câncer no cérebro, se aproximou dos jogadores do time sub-20 durante a realização da Copinha. A torcedora chegou ao estádio com sua mãe Samantha e logo foi surpreendida com a homenagem preparada pelos jogadores do São Paulo no vestiário.

Antes da entrada no campo, outro momento marcante. O zagueiro Morato, que perdeu recentemente sua irmã por conta de uma leucemia, foi o único a não raspar a cabeça na chegada ao Pacaembu. O jogador esperou e pediu a Larissa que raspasse seu cabelo. A cena, vista apenas pelos membros da delegação tricolor, emocionou.

Na cerimônia que antecede a partida, a garota entrou no campo de mãos dadas com o meia-atacante Antony e, junto com os titulares do São Paulo, cantou o hino nacional no gramado do Pacaembu. Das arquibancadas, Larissa viu o Tricolor abrir dois gols de vantagem, levar o empate e, nos pênaltis, garantir o título.No meio da comemoração, a garota desceu para o campo para dar a volta olímpica com seus amigos. Um fiscal da Federação Paulista não a deixou entrar em campo e a garota, a grande estrela do dia, se ajoelhou para pedir a entrada em campo. O desejo era 'ver o Antony', autor do segundo gol do São Paulo na partida e jogador mais próximo de Larissa do elenco campeão. Resolvido o problema, Larissa entrou no gramado, festejou o título nos braços do meia-atacante são-paulino e ainda posou para a foto oficial.

"Ela foi o ponto forte do São Paulo. Ela nos demonstrou força e nós tentamos demonstrar que ela nos ajudou também. A Larissa nos passou a mensagem de que você precisa se doar, se dedicar, lutar e acreditar sempre porque é o que ela está fazendo. Para nós, ela trouxe uma experiência de vida. Uma menina dessa idade foi um fator primordial para lutarmos até o fim pelo título", explicou o técnico Orlando Ribeiro.

No vestiário, a última surpresa: a são-paulina ganhou das mãos do presidente Leco a medalha de campeã e foi aplaudida por todos. Era o desfecho do grande dia de Larissa, que deixou o Pacaembu abraçada, sorridente e campeã. Golaço do São Paulo, golaço de Larissa!

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade