1 evento ao vivo

Guardiola defende atletas do Figueirense e cobra ajuda

Técnico do Manchester City disse que não se deve punir os jogadores, e sim criar mecanismos para que o clube subsista

31 ago 2019
19h05
atualizado às 19h34
  • separator
  • 0
  • comentários

A greve dos jogadores do Figueirense na última semana chamou atenção até de grandes técnicos na Europa. Em entrevista ao 'Dazn', Pep Guardiola defendeu os jogadores e cobrou medidas para maior ajuda das federações aos clubes de menor expressão. O comandante do Manchester City falou após a vitória da equipe sobre o Brighton por 4 a 0 neste sábado.

Pep Guardiola apoiou os jogadores do Figueirense (Foto: AFP)
Pep Guardiola apoiou os jogadores do Figueirense (Foto: AFP)
Foto: LANCE!

"No final é um problema que... queremos ver só os grandes clubes e esquecemos dos pequenos sempre. A sociedade está estruturada assim. Os clubes deixam de existir porque não têm recursos, porque as federações não pagam, não têm patrocinadores... Ficam sem ter o que fazer, e os grandes só se preocupam com eles", disse o treinador.

Guardiola ainda complementou: "Teria que ser um plano da federação, e não punir os jogadores ou o treinador, porque todos queremos que o Figueirense possa continuar na liga do Brasil e jogando futebol. Mas precisa existir um plano de viabilidade econômica para que essas equipes possam subsistir.

Os atletas do clube catarinense resolveram iniciar a paralisação no dia 16 de agosto e se recusaram a entrar em campo na partida contra o Cuiabá, fazendo com que o clube perdesse por W.O. Os jogadores cobravam salários e direitos de imagem, atrasados por quase um ano. Em respeito aos torcedores, os atletas encerraram a greve no último dia 23.

Veja também:

 

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade