0

Em áudio, diretor detona elenco do Botafogo e Valentim

Ex-presidente e figura influente nos bastidores do clube teve conversa vazada após partida contra o Goiás

10 out 2019
16h08
atualizado às 16h18
  • separator
  • 0
  • comentários

A vitória por 3 a 1 sobre o Goiás, na última quarta-feira, pela 24ª rodada do Brasileirão deveria trazer tranquilidade ao Botafogo, mas áudios vazados do ex-presidente Carlos Augusto Montenegro voltaram a tumultuar o ambiente no clube. Nas conversas, o ex-dirigente faz duras críticas ao elenco do Alvinegro e ao provável treinador Alberto Valentim, além de projetar o ano de 2020.

Carlos Augusto Montenegro teve áudios vazados (Foto: Satiro Sodre/SSPress)
Carlos Augusto Montenegro teve áudios vazados (Foto: Satiro Sodre/SSPress)
Foto: LANCE!

Um dos responsáveis por "salvar" o Glorioso em diversos momentos de aperto financeiro, Montenegro não integra formalmente a diretoria, mas tem trânsito livre no clube e se mantém com figura influente. Para ele, o ideal seria que o clube reformulasse todo o plantel, "começando do zero", no próximo ano. Nem mesmo o goleiro e ídolo Gatito Fernández foi poupado.

"Eu em 2020 não gostaria de ninguém desse plantel. Ninguém. Como titular, ninguém, nem técnico e nem nada. Inclusive o Gatito, que tem falhado um jogo atrás do outro. O ideal seria começar do zero. Do técnico ao ponta-esquerda", disse.

Sobre o técnico Alberto Valentim, praticamente acertado com o Alvinegro para ocupar o cargo deixado por Eduardo Barroca, Montenegro revelou querer trazer outro nome para estar a frente do futebol na próxima temporada. O dirigente estaria, inclusive, disposta a pagar a multa rescisória para se livrar do treinador.

"Não se preocupem com o ano de 2020. O Valentim está vindo para a gente tentar terminar esse ano, para existir 2020. Se tiver 2020 e o projeto der resultado, eu não gostaria que ele continuasse. Mas é muito fácil. Quem está aportando vai aportar uma grana para investir no futebol. Um dos investimentos vai ser chamar o Valentim e dizer: 'Toma aqui R$ 200 mil, R$ 300 mil, muito obrigado e tchau'. E contratar um técnico de ponta. Se bobear, até de fora do Brasil", completou.

Veja também:

 

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade