2 eventos ao vivo

Deyverson pega gancho de seis jogos e Felipão é advertido

Centroavante recebeu a pena mínima por ter cuspido em Richard, do Corinthians, e pode atuar ainda na primeira fase do Paulista

11 fev 2019
18h22
atualizado às 18h24
  • separator
  • 9
  • comentários

Das piores possibilidades, o Palmeiras pode considerar que teve a mais tranquila possível no julgamento desta segunda-feira, no Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP), a respeito do que ocorreu na derrota por 1 a 0 para o Corinthians, no último dia 2. Deyverson foi suspenso por seis jogos, pena mínima a quem cospe em um adversário, enquanto o técnico Luiz Felipe Scolari, acusado de desrespeitar a arbitragem, só recebeu advertência.

Deyverson foi expulso por ter cuspido em Richard e já cumpriria suspensão automática contra o Bragantino, nesta segunda-feira, às 20h, no Pacaembu. Por isso, esteve no tribunal para se defender. Diante do resultado do julgamento, o atacante teria condição de atuar na última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista, contra a Ponte Preta, em 20 de março.

Deyverson pegou pena mínima por cuspe e Felipão escapou de gancho nesta segunda (Agência Palmeiras/Divulgação)
Deyverson pegou pena mínima por cuspe e Felipão escapou de gancho nesta segunda (Agência Palmeiras/Divulgação)
Foto: LANCE!

O camisa 16 foi denunciado no artigo que fala especificamente do ato, o 254-B do CBJD, com punição prevista é de seis a 12 partidas, o que comprometeria a atuação do jogador até uma eventual segunda final do Paulista, se pegasse a pior pena. Internamente, o camisa 16 recebeu uma multa de R$ 350 mil da diretoria e foi cobrado em reunião com o diretor de futebol Alexandre Mattos, na terça-feira da semana passada.

Já Felipão não esteve no TJD-SP. Se fosse punido, não poderia comandar o time na partida das 20h desta segunda-feira contra o Bragantino, mas acabou recebendo somente uma advertência e está liberado. Enquadrado no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que fala em "desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões", ele poderia pegar gancho de uma a seis partidas.

Pesou contra Felipão o registro na súmula do árbitro Luiz Flavio de Oliveira, que destacou o comandante do Verdão lhe dizendo "Parabéns! Você é maravilhoso para apitar nossos jogos". O comentário surgiu porque o ex-árbitro Paulo César de Oliveira, irmão de Luiz Flavio, já processou Scolari . Por isso, o treinador admitiu que o clube pediu para outro juiz apitar o Dérbi.

- Uma vez falei sobre arbitragem e fui processado, todos sabem por quem, a Federação sabe, tivemos uma reunião com a Federação semana passada para que, em virtude do processo, nós gostaríamos de não ter esta arbitragem, e a Federação o colocou. Ela vai dizer se a arbitragem foi boa ou ruim, tenho de me preocupar com as coisas que não fizemos corretamente - afirmou Felipão depois da partida.

Veja também:

Lance!
  • separator
  • 9
  • comentários
publicidade