4 eventos ao vivo

Denílson elogia 'molecada' do Santos e concorda com punição para Luiz Adriano

Apresentador se disse 'orgulhoso' de time do Santos formado por jovens e criticou 'irresponsabilidade' de atacante do Palmeiras

7 abr 2021
18h57
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Durante o "Jogo Aberto" desta quarta-feira (07), o apresentador Denílson elogiou a jovem equipe do Santos pela vitória em cima do San Lorenzo por 3 a 1 pela terceira fase da Libertadores. O ex-atleta se disse "orgulhoso" da atuação dos jovens em um campeonato tão disputado. Denílson também criticou a postura do atacante do Palmeiras Luiz Adriano, chamando-o de "irresponsável".

Denílson durante o "Jogo Aberto" (Reprodução/Band)
Denílson durante o "Jogo Aberto" (Reprodução/Band)
Foto: Lance!

- Fiquei orgulhoso porque não é fácil a molecada assumir a responsabilidade como vem assumindo desde os tempos do Cuca e agora com o Holan. E já deu pra ver um pouco a mão do treinador. Nos primeiros jogos o time tava meio perdido, não ficou muito com a bola, mas ontem deu para ver este comprometimento dos jogadores e aquele espírito de Libertadores - disse o apresentador.

- Achei que poderia atrapalhar a questão do ritmo porque o Santos não estava jogando e o San Lorenzo estava. Mas quem viu o jogo ontem nem percebeu que o Santos tava sem jogar o Paulista. Um ritmo interessante, equilibrado na defesa, com ligação rápida em velocidade. E aquela molecada ligada. Tirando Marinho, era só garoto na frente - concluiu Denílson.

CASO LUIZ ADRIANO

Denílson não aprovou o comportamento do atacante palmeirense Luiz Adriano, que saiu de casa sabendo que estava contaminado com Covid-19. O apresentador, contudo, achou correto que o clube multe o atleta e disse que seu erro foi inadmissível.

- Acho justa a punição do Palmeiras em multar o jogador. Respeito o Luiz Adriano, mas foi uma irresponsabilidade. Num passado bem recente falamos do Gabigol, do protocolo, da importância de se cuidar. Poderia ter sido evitado por ele e até pela mãe dele - disse o apresentador.

- "Confesso que fiquei triste e preocupado com essa notícia. Na minha carreira errei muito, briguei com treinador, com jogador, era marrento. Mas esse tipo de erro hoje é inadmissível. Tá envolvendo a segurança de outras pessoas, inclusive a mãe dele. Acho que não teria necessidade disso. Ele tem dinheiro. Botasse um motorista ou chamasse um serviço de entrega - concluiu.

Veja também:

Veja 20 jogadores do futebol paulista que estão com contrato no fim
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade