PUBLICIDADE

Dando o que falar: as polêmicas do VAR nesta rodada do Brasileirão

Árbitro de vídeo teve participação direta em algumas partidas na rodada do Brasileirão. LANCE! mostra as polêmicas do VAR neste final de semana

29 jul 2019 14h39
| atualizado às 14h39
ver comentários
Publicidade

Enganou-se quem achava que a utilização do VAR iria acabar com as polêmicas no futebol brasileiro. Nesta rodada do Brasileirão, o árbitro de vídeo chamou a atenção em diversos jogos da rodada, seja em marcação de pênaltis, expulsão de jogadores e outras polêmicas.

O LANCE! mostra as contestações do VAR nesta rodada do Brasileiro, que causaram muito debate entre jogadores e torcedores dos clubes envolvidos.

Flamengo x Botafogo

Jogos de Flamengo, Palmeiras, São Paulo e Internacional tiveram polêmicas com VAR (Foto:Montagem LANCE!)
Jogos de Flamengo, Palmeiras, São Paulo e Internacional tiveram polêmicas com VAR (Foto:Montagem LANCE!)
Foto: Lance!

Flamengo venceu o Bota em jogo polêmico (Foto:Alexandre Vidal)

O clássico carioca teve muita polêmica no VAR. Os botafoguenses reclamam da não expulsão do lateral-direito Rafinha, que deu um carrinho por trás em Luiz Fernando, do volante Cuellar, por uma entrada dura em Marcinho e do atacante Gabigol, que tirou a bandeirinha de escanteio na reclamação. Se não bastasse, o artilheiro do campeonato ainda marcou o gol de empate do Fla.

A falta de expulsões não foi a única reclamação do Glorioso. O Botafogo contesta um toque de mão do lateral Trauco dentro da área, mas o VAR não foi acionado. Já o Flamengo queixa-se de uma falta de Joel Carli em Bruno Henrique, em lance que gerou o gol de Cícero, que abriu o placar para o rival.

Palmeiras x Vasco

Palmeiras empatou o jogo com auxílio do VAR (Foto:Reprodução)

Na partida entre Palmeiras x Vasco no Allianz Parque, o VAR apareceu novamente. O clube carioca vencia por 1 a 0, quando Arthur Cabral chutou e a bola bateu no braço de Henríquez. Após consulta ao árbitro de vídeo, o juiz marcou a penalidade, que Gustavo Scarpa converteu e empatou a partida, que acabou sendo o resultado final.

No segundo tempo, foi a vez do Vasco pedir pênalti. Em cobrança de escanteio, a bola bateu no braço de Edu Dracena, o que gerou reclamações dos atletas vascaínos. No entanto, o árbitro Ricardo Marques Ribeiro optou por não utilizar o VAR, e mandou o jogo seguir.

Fluminense x São Paulo

São Paulo teve pênalti assinalado pelo VAR (Foto:Rubens Chiri)

Outro clube carioca reclama da utilização do VAR. O Fluminense enfrentou o São Paulo no Maracanã, na noite de sábado, e perdeu por 2 a 1. O jogo estava empatado com grandes chances para ambos os lados quando o árbitro de vídeo entrou em ação.

Aos 48 minutos do segundo tempo, o VAR chamou o árbitro Anderson Daronco por mão de Allan dentro da grande área. O juiz acabou marcando o pênalti, que Reinaldo converteu. Reclamação por parte dos cariocas e alegria dos paulistas.

Internacional x Ceará

VAR anulou o segundo gol do Inter contra o Ceará (Foto: Max Peixoto)

O Internacional venceu o Ceará por 1 a 0, no Beira-Rio e se manteve no G6 do Campeonato Brasileiro. Porém, a vantagem do Colorado no placar poderia ter sido melhor se não fosse o VAR.

O jogo já estava nos acréscimos do segundo tempo quando Guilherme Parede arrancou, ganhou de dois marcadores após lançamento longo de Natanael e fez o gol na saída de Diogo Silva. Só que, antes de a bola chegar no atacante, Rithely tocou no passe, o que deixou o atacante em impedimento. O lance acabou sendo invalidado pelo árbitro de vídeo.

Lance!
Publicidade
Publicidade