11 eventos ao vivo

Comentarista do SporTV acredita que Cruzeiro 'merece' cair para Série B e enumera motivos

Aydano André Motta esteve no programa "Acabou a Brincadeira" e criticou gestão e comentários de atletas da Raposa, além de debater sobre vaivém de técnicos no Brasileirão

29 nov 2019
13h23
atualizado às 14h02
  • separator
  • 0
  • comentários

A situação negativa do Cruzeiro no Brasileirão foi pauta no programa "Acabou a Brincadeira", do SporTV, nesta sexta-feira. O debate entre o apresentador Carlos Cereto e o jornalista Aydano André Motta rendeu com os comentários sobre o futebol da equipe mineira. Aydano foi duro nas críticas com a equipe que perdeu, nesta quinta, para o CSA, por 1 a 0, no Mineirão.
- O Cruzeiro merece cair, pelo futebol, pelos comentários dos jogadores que derrubaram o treinador, falta de qualidade e agora demissão do Abel Braga, que foi para salvar, e é demitido para trazer o Adilson, que foi demitido pelo Ceará - disse o jornalista, que ainda criticou a troca de comando entre algumas das equipes da zona de rebaixamento do Brasileirão. Vale lembrar que Abel Braga deixou de ser técnico da Raposa.

Abel Braga deixou o comando do Cruzeiro nesta sexta-feira (Foto: Doug Patrício/Fotoarena/Lancepress!)
Abel Braga deixou o comando do Cruzeiro nesta sexta-feira (Foto: Doug Patrício/Fotoarena/Lancepress!)
Foto: Lance!

- Isso não pode estar correto, esse comportamento, sem ideia de classe (de treinadores), pelo amor de Deus. Olha o comportamento dos técnicos, olha o comportamento do Argel Fucks, do Adilson Batista - afirmou.

Argel deixou o CSA na noite de quinta-feira e foi para o Ceará. Já Adilson Batista, que havia sido demitido do Vozão na quarta-feira, é o novo treinador da Raposa.

Com a derrota no Mineirão, o Cruzeiro se manteve com 36 pontos no Brasileirão e está na 17ª colocação da competição nacional. Faltando três jogos para o fim do campeonato, o clube está dentro da zona de rebaixamento, junto de Avaí e Chapecoense, matematicamente já rebaixados, e CSA.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade