0

Com Rodrygo e Navas decisivos, Real e PSG se classificam

Atacante dá show em goleada merengue em cima do Galatasaray e goleiro defende pênalti em vitória magra dos franceses sobre o Brugge

6 nov 2019
18h58
atualizado às 19h21
  • separator
  • 0
  • comentários

A noite em Madrid nesta quarta-feira teve a marca brasileira. Pela quarta rodada do grupo A da Liga dos Campeões da UEFA, Rodrygo deu um show na vitória do Real Madrid sobre o Galatasaray por 6 a 0. Aos 18 anos, o brasileiro marcou três gols e ainda deu o passe para outro, consolidando-se, definitivamente, como um dos destaques do time treinado por Zinedine Zidane na temporada.

Com o resultado, o Real está a uma vitória de avançar para o mata-mata da competição. O maior campeão europeu tem sete pontos e é o vice-líder do grupo. O PSG lidera com 12. Na próxima rodada, os dois times se enfrentam no Santiago Bernabéu.

Rodrygo se destacou na goleada do Real Madrid(Foto: PIERRE-PHILIPPE MARCOU / AFP)
Rodrygo se destacou na goleada do Real Madrid(Foto: PIERRE-PHILIPPE MARCOU / AFP)
Foto: LANCE!

RODRYGO BOTA O JOGO NO BOLSO COM APENAS SEIS MINUTOS

Rodrygo não é apelidado de Raio à toa. Nesta quarta, a promessa brasileira deu mais uma demonstração de todo o potencial que tem. Primeiro, aos quatro minutos, quando um lançamento de Marcelo passou por Benzema e sobrou para a cria da base do Santos. Ele dominou na entrada da área pelo lado direito, deixou Lemina no chão e finalizou com a canhota. Golaço! Dois minutos depois, Rodrygo foi às redes de novo. Aos seis minutos, o Real Madrid fez boa triangulação num curto espaço e Marcelo cruzou na medida para o menino cabecear com firmeza, vencendo Muslera. 2 a 0.

MERENGUES IMPARÁVEIS

O Real Madrid não quis dar sopa ao azar e tratou de marcar o terceiro tento logo de cara. Aos 11 minutos, Toni Kroos fintou N'Zonzi na entrada da área e caiu. O árbitro mandou seguir, para desespero do alemão. Quando a bola saiu, o VAR entrou em ação e o árbitro foi revisar o lance: Kroos tinha sido pisado na linha da área. Conclusão: pênalti. Sergio Ramos cobrou com categoria, de cavadinha, e marcou o terceiro.

MARCELO SAI LESIONADO E REAL MARCA O QUARTO

Feliz da vida, os torcedores do Real Madrid cantaram a pleno pulmões o nome de Rodrygo no Santiago Bernabéu. No entanto, houve tempo para lamentar: aos 42 minutos, Marcelo pediu substituição. Mendy entrou. Lamentação por pouco tempo. Porque aos 45, Nagatomo saiu jogando errado, Rodrygo recuperou a bola e cruzou para Benzema, com as redes à disposição, marcar o 4 a 0.

REAL MADRID CADENCIA JOGO NO SEGUNDO TEMPO

A etapa final viu o Real Madrid cadenciando mais o jogo. Pensando na rodada do final de semana do Campeonato Espanhol, Zidane tirou Casemiro e Hazard antes dos 15 minutos para as entradas de Modric e Isco, respectivamente. Mas ainda deu tempo do quinto e do sexto gol.

RODRYGO CHEGA AO HAT-TRICK E LEVA BOLA PRA CASA

Aos 35, Carvajal avançou pela direita e tocou para Benzema chegar de trás escorando. Foi o 50º tento de Benzema na competição europeia vestindo a camisa do Real Madrid. Ele ultrapassou Alfredo Di Stefano e está atrás somente de Cristiano Ronaldo e Raúl. Aos 45, Rodrygo tabelou com Benzema, saiu cara a cara com Muslera e bateu no canto do uruguaio. Ao término do jogo, o brasileiro foi ovacionado pelo Santiago Bernabéu e levou a bola para casa. Merecido.

PSG também vence

Foi com um pouco de sofrimento, mas o Paris Saint-Germain está classificado para as oitavas de finais com duas rodadas de antecipação. Em casa, o PSG contou com grande atuação de Keylor Navas, que defendeu um pênalti, para vencer o Club Brugge, da Bélgica, por 1 a 0. Mauro Icardi marcou o gol solitário do triunfo francês.

Navas comemora pênalti defendido (Foto: AFP)
Navas comemora pênalti defendido (Foto: AFP)
Foto: LANCE!

NA FRENTE

Após um início de jogo um equilibrado, com o PSG levando mais a posse de bola e o Brugge aproveitando os contra-ataques, o time francês abriu o placar de jogo aos 22 minutos, quando pela ponta-direita, Dagba cruzou para o meio da área, Di Maria furou em bola e Icardi, sem muito trabalho, apenas empurrou para as redes e deixou o PSG em vantagem.

PRESSIONOU

Já no segundo tempo de jogo, o Brugge voltou melhor para o jogo e fez com que o roteiro da partida fosse invertido. O time belga encurralou o PSG e fez com que Keylor Navas fosse personagem importante com belas defesas.

DECISIVO

E quando o jogo parecia virar todo a favor do Brugge, Keylor Navas apareceu para salvar a pele do PSG de forma brilhante. Aos 30 minutos da etapa final, Thiago Silva derrubou Diagne na área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, o próprio Diagne chamou a responsabilidade, mas parou nas mãos de Keylor Navas, que impediu o gol belga.

SEGUROU

E da defesa de pênalti de Keylor Navas até o final do jogo, o Paris Saint-Germain viu o Brugge crescer ainda mais na partida, e se segurou ao máximo para garantir a vitória em casa. No entanto, seguro defensivamente, o PSG conseguiu evitar o pior e garantiu os três pontos.

Veja também:

 

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade