PUBLICIDADE

Casagrande critica Superliga: "Comportamento preconceituoso"

Comentarista vê a criação da nova liga como resultado de "presidentes que não pensam no futebol"

20 abr 2021 16h36
| atualizado às 18h12
ver comentários
Publicidade

Em suas redes sociais, Casagrande criticou a possível criação da Superliga Europeia. O ex-atleta disse que este campeonato estaria "pisando na história do futebol europeu" e que isso é um reflexo do mundo atual. Para o comentarista, isto é culpa dos dirigentes que estão dividindo o futebol europeu de maneira preconceituosa.

"Os 12 times mais ricos do futebol mundial querem criar uma Superliga. Essa é a cara do mundo hoje. Presidentes que não pensam no futebol, e prentendem separar preconceituosamente os times da Europa. Aqueles que são mais ricos e têm mais títulos, participam e os outros não", avaliou o comentarista.

Casagrande não aprovou a criação da Superliga Europeia (Foto: Reprodução/Sportv)
Casagrande não aprovou a criação da Superliga Europeia (Foto: Reprodução/Sportv)
Foto: Lance!

Casagrande ainda afirmou que a criação da liga significa "pisar na história do Futebol Europeu, pois há times que sonham em se classificar para a Liga dos Campeões, pelo menos uma vez para que possam enfrentar os grandes times com grandes jogadores. Essa Superliga acaba com esse sonho. Sempre fui fã do Bayern de Munique e do futebol alemão, agora muito mais, uma vez que são contra a criação da Superliga da Europa". 

"O que machuca não é só a criação da Superliga, mas ver que muitas pessoas, espalhadas pelo mundo, principalmente no Brasil, pensam dessa maneira. É um comportamento sem empatia e preconceituoso, tornando o futebol, o esporte do povo, no esporte da Burguesia", concluiu o ex-atleta

Veja abaixo a publicação original.

Lance!
Publicidade
Publicidade