PUBLICIDADE
Logo do

Fluminense

Meu time

Calegari admite ansiedade em estreia na Libertadores e garante foco em 'realizar sonhos' no Fluminense antes da Europa

Jovem garantiu que se imagina com chances de atuar na Olimpíada e falou sobre a possibilidade de jogar como volante com Roger Machado

22 abr 2021
06h02 atualizado às 06h02
0comentários
06h02 atualizado às 06h02
Publicidade

Chegou o dia da estreia na maior competição do continente para o Fluminense. Nesta quinta-feira, grande parte do time titular fará sua estreia na Libertadores contra um dos adversários mais complicados do torneio: o River Plate, no Maracanã, às 19h (de Brasília), em jogo com transmissão em tempo real do LANCE!. Um desses atletas que vai superar o nervosismo para tentar dar os primeiros pontos ao Tricolor é o lateral-direito Lucas Calegari. Cria da base tricolor, ele deve estar na equipe titular do técnico Roger Machado e se mostra confiante pela evolução coletiva.

Lateral-direito, Calegari é formado na base do Fluminense (Foto: Mailson Santana/Fluminense FC)
Lateral-direito, Calegari é formado na base do Fluminense (Foto: Mailson Santana/Fluminense FC)
Foto: Lance!

- Sentimento que é até difícil de explicar. Muitas coisas passam na cabeça sobre as dificuldades que passei para estar aqui hoje, prestes a disputar minha primeira Libertadores como atleta profissional. Caso realmente tenha a oportunidade de entrar em campo, com certeza será um grande sonho realizado e farei de tudo para ajudar o Fluminense a conquistar essa taça - disse, em entrevista exclusiva ao L!.

- Com certeza tem um pouco de ansiedade, mas essa ansiedade é para o lado bom de querer logo estar em campo disputando cada bola. O time cada vez mais está ganhando corpo e variações. Já fizemos alguns jogos e notamos boas evoluções naquilo que a gente vem propondo a fazer. São seis jogos da fase de grupos e estamos prontos. Faremos de tudo para conquistar a classificação - completou.

Calegari integraria o elenco do Sub-23 na última temporada, mas foi bem em um amistoso antes do Campeonato Brasileiro e, com a saída de Gilberto, acabou subindo para os profissionais. Trinta jogos depois, ele é o titular da lateral-direita do Fluminense e, assim como diversos jovens do clube, também está no radar de clubes da Europa. Mas ele garante: apesar do desejo, as atenções estão 100% no clube que o formou.

- Todo jogador sonha também em jogar nas grandes ligas europeias, mas tudo isso irá depender do que eu produzir no Fluminense. Procuro todos os dias que vou treinar e jogar a pensar somente no Fluminense, que é a minha casa. Estou focado em realizar os sonhos e conquistar os objetivos que coloquei para mim dentro do Fluminense. É o clube que me abriu as portas para o futebol e espero poder ganhar títulos e retribuir todo esse carinho e confiança depositado em mim. Depois, vamos ver o que acontece - analisou.

CONCORRÊNCIA E POLIVALÊNCIA

A tarefa de se manter no time titular não é fácil e ficou ainda mais complicada nesta temporada. Um dos reforços para a temporada foi o lateral Samuel Xavier, um dos destaques do Ceará, além de Igor Julião, também cria de Xerém. Nas categorias de base, Calegari atuou como volante, onde a concorrência no elenco também é alta, mas entre os profissionais ainda não teve a oportunidade.

- Não cheguei a treinar na posição de volante ainda, mas o professor Roger tem conversado comigo e ele já começou a me utilizar como um lateral por trás, ajudando também na construção inicial de jogo. Ele sabe que sou volante de origem e pede para participar muito desse início das jogadas, mas também me dando liberdade para chegar ao fundo nos momentos certos - afirmou.

OPORTUNIDADES NA SELEÇÃO

Com sete convocações para as Seleções Brasileiras de base, Calegari conquistou em dezembro do ano passado o título do Torneio Internacional Sub-20. O sonho é integrar não só a equipe do técnico Tite no futuro, mas também, quem sabe, aparecer no grupo dos convocados para os Jogos Olímpicos de Tóquio, que acontecem entre julho e agosto de 2021.

- A Seleção Brasileira, independente da categoria, é sempre buscada por todos jogadores. Trabalho muito para um dia poder ter essa oportunidade, mas tudo acontecerá naturalmente. Isso, se acontecer, será consequência do meu desempenho no Fluminense e tenho a cabeça muito tranquila em relação a isso. Claro que acredito (em chances na Olimpíada). É um grande sonho e se acontecer com certeza ficarei muito feliz. Defender o Brasil é sempre uma honra e um prazer para qualquer atleta - concluiu.

Calegari e o Fluminense entram em campo nesta quinta-feira para a estreia na Libertadores às 19h, contra o River Plate. Até este momento da temporada, o jovem de 19 anos tem cinco partidas, todas como titular. Ele ainda busca o primeiro gol e a primeira assistência no time profissional, mas ganhou rapidamente a confiança dos três treinadores que trabalhou até o momento, Odair Hellmann, Marcão e Roger Machado.

VEJA OUTRAS RESPOSTAS

ANÁLISE DO GRUPO

São times tradicionais do continente, que sabem jogar esse tipo de competição. Tem tudo para serem grandes jogos e estamos nos preparando ao máximo para enfrentá-los. Com certeza esses jogos nos dão ainda mais confiança e as outras equipes acabam nos respeitando mais também.

PREPARO IDEAL PARA A TEMPORADA?

Sim, estamos cada vez mais evoluindo em relação ao sistema de jogo que já tínhamos para o que o professor Roger quer após a sua chegada. Está sendo uma junção que pode nos dar bons frutos. Com a chegada dos reforços, também creio que nossa equipe tem tudo para disputar bem todas as competições.

ADAPTAÇÃO FOI PELA UNIÃO DO GRUPO?

Sem dúvidas. O diferencial na nossa equipe é essa união de todos, independente se você é da base ou alguém chegando com mais experiência. Todos são recebidos da mesma forma e isso acaba facilitando a adaptação.

SENSAÇÃO DE FALAR PARA OS JOVENS DE XERÉM

É uma alegria enorme para mim! Vivi muitos momentos lá e estar retornando sendo espelho de muitos meninos é gratificante demais. Mesmo eu sendo novo ainda, pude passar um pouco do que eu vivi lá antes e vivo hoje entre os profissionais.

XERÉM

Xerém vem revelando grandes talentos durante os anos e isso não é segredo para ninguém. Essa aproximação que cada vez mais está acontecendo entre base e profissional facilita para os mais novos que estão chegando a se adaptarem ao jogo e também ao ambiente.

Lance!
Publicidade
Publicidade