0

Botafogo se recusa a jogar na 2ª: "Respeitamos as vidas"

Após reunião com Marcelo Crivella e representantes dos clubes cariocas, Nelson Mufarrej, presidente do Alvinegro, mantém postura de não entrar em campo no mês de junho

17 jun 2020
13h29
atualizado às 13h42
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Nelson Mufarrej é o presidente do Botafogo (Foto: Vítor Silva/Botafogo)
Nelson Mufarrej é o presidente do Botafogo (Foto: Vítor Silva/Botafogo)
Foto: LANCE!

Teoricamente, o Botafogo tem data para voltar aos gramados. A Ferj confirmou que o clube alvinegro jogará na próxima segunda-feira, dia 22, às 20h, contra a Cabofriense, no Estádio Nilton Santos, no retorno do Campeonato Carioca. Na prática, contudo, discorda da decisão da federação e não deve entrar em campo.

Nesta quarta-feira, representantes dos clubes se encontraram com Marcelo Crivella, prefeito do Rio de Janeiro, no Palácio da Cidade, em Botafogo. Em coletiva realizada no local, Nelson Mufarrej, presidente do clube de General Severiano, afirmou que a equipe não entrará em campo na próxima semana.

"O Botafogo segue esperando, tentando uma conciliação. Vamos deixar claro que o Botafogo não está desrespeitando nada. Respeitamos as vidas de seus jogadores, familiares e de toda população do Brasil e do mundo. A gente está vendo uma melhora agora, um declínio nesta curva. A posição do prefeito é muito salutar. E todo mundo sabe, vocês estão lidando com esporte", afirmou.

Sem respostas oficiais por parte da federação, o Botafogo estuda acionar a Justiça para evitar futuras punições por não se apresentar à partida. Vale ressaltar que o clube recebeu os resultados dos testes de coronavírus na última terça-feira e ainda não retornou com os treinamentos presenciais.

"É impraticável que o Botafogo e o Fluminense jogarem na segunda-feira. Vamos ter três, quatro dias de treinamento. Não tem condições da gente jogar. Precisamos de no mínimo 15 dias para nossa preparação, para podemos voltar a jogar. Acho que há uma flexibilização. Nos propomos a jogar no dia primeiro e dia 4 (de julho). Isso em comum acordo com o Fluminense", completou.

Veja também:

Os maiores artilheiros estrangeiros da história do Vasco
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade