1 evento ao vivo

Bota fica no empate com o lanterna Ceará e frustra noite de Jefferson

Equipe de Alberto Valentim, no Nilton Santos, não teve boa atuação e ficou no 0 a 0 contra o Vozão, que reclamou muito de um pênalti não assinalado no segundo tempo

6 jun 2018
21h42
atualizado às 21h44
  • separator
  • comentários

A tão aguardada noite de Jefferson encerrou com mais um frustrante em-
pate do Botafogo em casa. Desta vez, o adversário no Nilton Santos foi o lanterna Ceará, em duelo válido pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. Ou seja, apesar de ter completado 454 jogos pelo Glorioso e ter se isolado
como o terceiro jogador que mais vestiu a camisa alvinegra, o camisa 1 só viu um 0 a 0 no placar.

O empate deixa as duas equipes em situação delicada para as suas respectivas pretensões. Os cariocas ficam com 13 pontos, no meio da tabela, enquanto os cearenses, com quatro, ainda em últimos.

RECONHECIMENTO
Antes de a bola rolar, Jefferson, o dono na noite, recebeu uma placa, em homenagem do Botafogo ao lado de familiares de Waltencir, o ex-jogador ultrapassado pelo camisa 1. Muito concentrado e sem discurso aos torcedores presentes, o ídolo viu um primeiro tempo pouco empolgante.

FALTOU EMOÇÃO
E, diferente até do esperado, o Ceará obrigou Jefferson a trabalhar em algumas ocasiões na reta final da etapa inicial. O organizado Botafogo, por sua vez, iniciou imprimindo um bom volume e finalizando à longa distância. Aguirre chegou bem perto, porém erros no último terço do campo foram, justamente, o que deixaram o time do estreante Lisca mais arisco antes do intervalo - com direito até a gol feito, mas anulado.

POLÊMICA NA ÁREA
A etapa final foi se desenhando com um cenário ainda mais morno em relação aos minutos anteriores. Apesar de espaços pelos lados, os laterais dos donos da casa não aproveitaram, muito menos o trio João Pedro, Aguirre e Valencia. Mudanças foram feitas, mas o panorama piorara com a impaciência da torcida quanto aos vacilos ofensivos. Atrás, um escasso ataque do Vozão causou discórdia - e polêmica. Os cearenses reclamaram muito de um toque de mão de Jean.

SUSTO E AMBULÂNCIA
Uma cena forte marcou a reta final do duelo. Após bater a cabeça duas vezes, Yago, que já havia entrado na vaga de Carli, se chocou com o goleiro Éverson e depois foi ao chão. Teve que sair de ambulância, contrariado e desnorteado.

Yago ficou desnorteado (Foto: Paulo Sergio/Agencia F8)

FINAL ELETRIZANTE
Como o Botafogo ficou com um a menos com a saída do Yago, o Ceará teve oportunidades para abrir o placar. Renatinho chegou a salvar uma bola que parecia gol certo do rivais. No fim, vaias, xingamentos e gritos de "time sem vergonha" das arquibancadas.

Lance!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade