0

Avelar sobre Dérbi: 'Sem desculpinha, é sangue no olho e tapa na orelha'

Zagueiro do Corinthians reforçou a importância do duelo contra o Palmeiras, primeiro na retomada do Campeonato Paulista, no dia 22; clube alvinegro será mandante no clássico

11 jul 2020
19h25
atualizado às 20h15
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Na retomada do Campeonato Paulista, marcada para o dia 22, o Corinthians terá pela frente logo um clássico. Como mandante, o time enfrentará o Palmeiras. Um Dérbi que, na opinião de Danilo Avelar, merece ser comemorado, por trazer empolgação, mesmo com todos no clubes cientes de que nem o tempo parado por conta da pandemia do coronavírus poderá ser utilizado como justificativa para qualquer resultado.

Danilo Avelar ressalta importância do Dérbi na retomada do Paulista (Daniel Augusto Júnior/Agência Corinthians)
Danilo Avelar ressalta importância do Dérbi na retomada do Paulista (Daniel Augusto Júnior/Agência Corinthians)
Foto: Lance!

- Estamos bem preparados e confiantes. É uma coisa nova, diferente, foram quase 100 dias parados. Mas, dentro de campo, quando o juiz apita, não tem desculpinha: aí é sangue no olho, tapa na orelha e vamos para cima - disse o ex-lateral, transformado em zagueiro nesta temporada e demonstrado empolgação com a partida em entrevista à Corinthians TV.
- Diante de todas as circunstâncias diferentes da pandemia, não poderia ser diferente do que voltar com um clássico. Vai ser uma volta única. Infelizmente, sem torcida. Mas um clássico vem para dar aquela empolgação - comentou, indicando frustração com as arquibancadas vazias, como define o protocolo para retorno das partidas, minimizando os riscos de contágio por COVID-19.

- Jogo sem torcida não é nada legal. Não vou dizer que é desmotivador, porque temos que estar ali, independentemente da circunstância, fazendo o nosso melhor. Mas, especialmente a nossa torcida, que é um 12º jogador, faz muita falta. É ruim aquele silêncio, muito estranho - analisou Danilo Avelar.

- Temos que buscar essa motivação extra que os torcedores nos davam. E saber que, independentemente de não estarem presentes, eles estarão em suas respectivas casa, mandando energia positiva para levarmos alegria para eles também - declarou.

Até a pausa da competição devido à pandemia do coronavírus, o Corinthians protagonizava só a décima melhor campanha entre os 16 que disputam o Campeonato Paulista, a três pontos da zona de rebaixamento e com pouca chance de classificação.

O Corinthians, do Grupo D, acumulou somente 11 pontos, superando a Ferroviária, lanterna da chave, apenas em gol feitos (11 contra 12) e a cinco pontos do Guarani, segundo colocado - já não é mais possível alcançar o Red Bull Bragantino, com 17 pontos, com duas rodadas restando. Só quem estiver nas duas primeiras posições avança.

Confira o vídeo com a entrevista de Danilo Avelar para a Corinthians TV:

Veja também:

Colunista do L! alerta para privilégio de torcida organizada em jogo do Palmeiras
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade