2 eventos ao vivo

Atlético-MG supera o Atlético-GO e encosta na liderança

O Atlético-MG teve uma boa exibição no Mineirão e segue firme na perseguição ao Tricolor

17 jan 2021
20h17
atualizado às 20h18
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Atlético-MG voltou a vencer no Brasileiro. O Galo derrotou o Atlético-GO por 3 a 1, gols de Hyoran, uma "pintura", Junior Alonso e Jair, para o alvinegro, com Janderson descontando para o Dragão.

Hyoran marcou o gol mais bonito no triunfo sobre o Dragão, no Mineirão-(Foto: Paulo Ti/Photo Premium)
Hyoran marcou o gol mais bonito no triunfo sobre o Dragão, no Mineirão-(Foto: Paulo Ti/Photo Premium)
Foto: LANCE!

A equipe de Sampaoli foi firme, não deu muita margem para os goianos colocar seu melhor jogo em campo e chegou aos 53 pontos, ficando a quatro do líder São Paulo na classificação. O Atlético-GO está com 36 pontos, na 12ª posição, sete acima do Z4, o que é confortável no momento.

O Galo conseguiu se impor rapidamente, resolveu o jogo sem grandes contratempos, mas ainda precisa arrumar sua defesa, que continua errando, levando gols em quase todos as partidas do segundo turno. São 12 gols sofridos em 10 jogos o turno.

Na parte ofensiva, a equipe voltou a se impor e soube aproveitar bem as chances criadas. Nota positiva para o desempenho de Hyoran, que marcou um lindo gol e foi um dos principais articulares de jogadas do time.

Depois do susto do Dragão, um golaço de Hyoran, " a la James Rodriguez"

O time goiano começou bem, teve uma boa chance de marcar, mas o Galo assumiu o controle do jogo e teve um funcionamento melhor do meio de campo, que alimentava bem o ataque. O resultado foi um dos gols mais bonitos do campeonato: Hyoran pegou um rebote da defesa do Atlético-GO, "matou" a bola no peito e mandou no ângulo de Jean. Um tento muito parecido com o que James Rodriguez, da seleção da Colômbia, marcou na Copa do Mundo de 2014, disputada no Brasil. Golaço no Mineirão. Foi o quarto do meia nos últimos cinco jogos.

Primeiro tempo primoroso do Galo

Sem dar tempo para o Atlético-GO respirar, o Atlético-MG manteve a alta rotação durante toda a etapa inicial. Marcando em cima, o time mineiro sempre queria ficar com a bola. Saiu de campo na primeira parte do jogo vencedor e ainda foi recompensado pelo gol de cabeça de Junior Alonso, ampliando o placar no Mineirão. A má notícia que Jair, voltando ao time titular, levou o terceiro cartão amarelo e não encara o Grêmio, quarta-feira, 20, em Porto Alegre.

Galo amplia o marcador e fica mais tranquilo na partida

O gol de Jair, aos 26 minutos do segundo tempo, tranquilizou de vez o Galo no jogo e permitiu que a equipe administrasse o duelo contra os goianos. Porém, o relaxamento foi maior do que o desejado por Sampaoli, que sua equipe falhando seguidamente na defesa.

Dragão desconta em falha coletiva da defesa

Em um contra-ataque puxado por Wellington Rato, toda a defesa alvinegra marcou apenas a bola e deixou Janderson livre, no outro lado do campo, para chegar sozinho e marcar o gol do Atlético-GO.

Dado preocupante

Em dez jogos disputados no returno, o Atlético-MG sofreu gol em sete. Apenas contra Athlético-PR, Flamengo e Coritiba, o alvinegro não foi vazado. A defesa atleticana buscou bolas no fundo das redes 12 vezes.

Galo ainda na briga pelo título

Com uma partida segura, mas com defeitos defensivos preocupantes, o Atlético-MG está firme na luta pela ponta do Campeonato Brasileiro. A equipe mineira precisa ajustar sua defesa e ficar sem levar gols nos próximos duelos para conseguir chegar no São Paulo, líder da competição.

Próximos jogos

O alvinegro tem importante compromisso na quarta-feira, 20 de janeiro, contra o Grêmio, às 19h15, em Porto Alegre. Já o Dragão encara o Botafogo no mesmo dia, só que às 17h, no Nilton Santos, no Rio de Janeiro.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA

ATLÉTICO-MG 3 X 1 ATLÉTICO-GO

Data e horário: 17/01/2021, às 18h15

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)

Assistentes: Kléber Lúcio Gil (SC) e Helton Nunes (SC)

Cartões Amarelos: Jair (ATL). Wellington Rato (ATG), João Victor (ATG), Marlon Freitas(ATG), Guga (ATL)

Cartões vermelhos:

Gols: Hyoran, aos 13'-1ºT(1-0), Junior Alonso, aos 41'-2ºT(2-0), Jair, aos 16'-2ºT(3-0), Janderson, aos 29'-2ºT(3-1)

ATLÉTICO-MG (Técnico: Jorge Sampaoli)

Everson; Guga, Réver, Junior Alonso e Guilherme Arana; Jair (Alan Franco, aos 26'-2ºT), Allan e Hyoran; Savarino (Nathan, aos 40'-2ºT), Vargas (Sasha, aos 37'-2ºT) e Keno(Marrony, aos 37'-2ºT)

ATLÉTICO-GO (Técnico: Marcelo Cabo)

Jean; Dudu, Éder, João Victor e Natanael(Arnaldo, aos 18'-2ºT); Pereira (Janderson, aos 18'-2ºT), Marlon Freitas (Danilo Gomes, aos 29'-2ºT) e Matheus Vargas e Chico(Oliveira, aos 18'-2ºT); Wellington Rato e Zé Roberto (Vítor, aos 38'-2ºT).

Veja também:

Veja os números dos principais nomes do Flamengo na campanha do octa!
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade