0

Após cinco anos, Volpi tenta voltar a surpreender Corinthians em Itaquera

Em 2014, o atual goleiro do São Paulo esteve presente na vitória do Figueirense que marcou a inauguração do estádio, que receberá a decisão do Campeonato Paulista neste domingo

17 abr 2019
08h05
  • separator
  • 0
  • comentários

Neste domingo, depois de 1799 dias, Tiago Volpi tenta surpreender a torcida do Corinthians em Itaquera mais uma vez. Na decisão do Campeonato Paulista, buscando a vitória após o 0 a 0 da ida, no Morumbi, o hoje goleiro do São Paulo busca um resultado similar ao feito histórico que atingiu com a camisa do Figueirense há quase cinco anos.

Tiago Volpi era do Figueirense que estragou inauguração da Arena Corinthians (Marco Galvão/Fotoarena/Lancepress!)
Tiago Volpi era do Figueirense que estragou inauguração da Arena Corinthians (Marco Galvão/Fotoarena/Lancepress!)
Foto: Lance!

O dia 18 de maio de 2014 ficou marcado como a data da inauguração da Arena Corinthians. Foram 36.123 pagantes, a imensa maioria disposta a ver o anfitrião iniciar com o pé direito a trajetória no estádio que, menos de um mês depois, seria palco da Copa do Mundo. Mas o Figueirense estragou a festa, vencendo por 1 a 0.Do lado dos donos da casa, estavam o goleiro Cássio, o lateral-direito Fagner, o volante Ralf e o meia Jadson, todos atletas que estão à disposição do Corinthians para a final deste fim de semana. E Tiago Volpi, embora não tenha marcado seu nome como Giovanni Augusto, autor do gol aos dois minutos do segundo tempo, foi importante no triunfo.

Os donos da casa chutaram para fora as suas principais oportunidades no primeiro tempo. Depois de sofrerem o gol, acertaram o alvo, mas pararam em Tiago Volpi. O goleiro fez grande intervenção saindo aos pés de Romarinho na pequena área, aos 12 minutos do segundo tempo. Na sequência, aos 15 e aos 16, apareceu bem em chutes de fora da área de Jadson e do volante Guilherme.

Foi uma das atuações de destaque de Tiago Volpi em um time que lutou para escapar do rebaixamento. Para se ter ideia, aquele jogo de inauguração da Arena Corinthians era pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, e o Figueirense foi marcar seu primeiro gol no torneio exatamente naquela partida. Ao final da competição, o goleiro foi para o Querétaro, do México.

O jogador de 28 anos está no Tricolor emprestado pela equipe da América do Norte. E usa a atuação pelo Figueirense em Itaquera, há quase cinco anos, como inspiração até para esquecer o seu segundo jogo no estádio. Tiago Volpi voltou à Arena Corinthians já pelo São Paulo, neste ano, em 17 de fevereiro, pela primeira fase do Estadual. Acabou sendo fundamental na derrota por 2 a 1, falhando ao sair do gol e deixar a meta limpa para Gustagol definir o placar.

Mas tudo pode ser encarado como mais uma chance de superação, como Tiago Volpi fez em um intervalo de minutos na classificação para a final do Campeonato Paulista. Na decisão por pênaltis, viu sua finalização, que garantiria o São Paulo na próxima fase, parar em defesa de Fernando Prass. Mas, logo depois, defendeu a cobrança de Zé Rafael e, como já tinha pegado o chute de Ricardo Goulart, saiu do Allianz Parque como herói.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade