2 eventos ao vivo

Aos 17, lutador parte para o MMA profissional após sucesso no amador

Com apenas 17 anos, atleta da renomada BTT constrói carreira invicta no MMA Amador e fará sua estreia no profissional em outubro; saiba mais sobre a trajetória do carioca:

26 ago 2019
13h53
  • separator
  • 0
  • comentários

Por Mateus Machado

Robson Junior, de apenas 17 anos, fará sua estreia no MMA profissional em outubro (Foto: Fernando Azevedo)
Robson Junior, de apenas 17 anos, fará sua estreia no MMA profissional em outubro (Foto: Fernando Azevedo)
Foto: Lance!

O que você, caro leitor, estava fazendo aos 17 anos? Para Robson Junior, apesar da pouca idade, o currículo já é extenso. Faixa-azul de Jiu-Jitsu e praticante de Muay Thai, o atleta também partiu para o MMA e construiu um cartel de respeito no MMA amador, com dez vitórias conquistadas. Agora, o lutador natural de Maricá, no Rio de Janeiro, dará seu próximo passo: estrear no profissional, em 12 outubro, no card do Favela Kombat 33.

Para ter um bom desenvolvimento, Robson está cercado de boas companhias. Treina na renomada equipe Brazilian Top Team, sob os auxílios de Sérgio Babu, Vitor Pimenta e da lenda Murilo Bustamante, faixa-coral de Jiu-Jitsu, campeão mundial da arte suave e primeiro campeão - com cinturão - do UFC. Entre Jiu-Jitsu e MMA, o jovem tem metas ousadas para o seu futuro nas artes marciais, como conta a seguir.

- Meu principal sonho é ser o detentor do cinturão de um grande evento de MMA, como o Bellator ou UFC, e também ser campeão mundial de Jiu-Jitsu pela IBJJF na faixa preta - projeta Robson, que no último domingo (25), faturou duas medalhas de ouro ao competir no evento de Jiu-Jitsu ITA Open.

Conheça mais sobre a história de Robson Junior:

-Início nas artes marciais e ida para a Brazilian Top Team

Minha trajetória nas lutas começou com o Jiu-Jitsu, na GFTeam Maricá, com meus professores Jair Court e Damião Silva, quando eu 9 anos. Depois comecei a treinar o Muay thai, aos meus 12 anos, na IMMORTAL, com meus professores Leonardo Marques e Uemerson King. Hoje continuo treinando em Maricá o Jiu-Jitsu e o Muay Thai, e treino MMA na BTT Lagoa, com os professores Sérgio Babu Gasparelli, Vitor Pimenta e com o mestre Murilo Bustamante.

-Trajetória invicta no MMA amador e expectativa para estreia profissional

Foi muito importante (lutar no MMA amador), porque assim chego mais preparado e experiente para fazer a minha estreia no MMA profissional. Mas agora é como se estivesse começando uma nova era, digamos assim. Vai ser um pouco diferente, mas estou treinando muito e se Deus quiser vai dar tudo certo.

-Ansiedade e treinos na BTT

Estou muito ansioso para que chegue logo o dia da minha luta. É uma grande oportunidade para mim, tão novo, e estrear no MMA profissional em um grande evento, que é o Favela kombat. Os treinos na BTT são sempre de alto nível, é muito importante para mim estar próximo de tanta gente capacitada. Temos uma estrutura muito grande e tenho aprendido muito com todos os professores e amigos de treino. A nova geração da BTT vai dar o que falar, podem escrever.

-Inspirações no MMA e no Jiu-Jitsu

No MMA eu me inspiro muito no José Aldo e também no Jon Jones. No Jiu-Jitsu, me inspiro demais no Rodolfo Vieira, que hoje está fazendo muito sucesso no MMA também. São inspirações pelas histórias de vida e também por tudo o que eles já demonstraram durante os anos.

-Quais são os seus principais sonhos e metas no MMA?

Meu principal sonho é ser o detentor do cinturão de um grande evento de MMA, como o Bellator ou UFC, e também ser campeão mundial de Jiu-Jitsu pela IBJJF na faixa preta. Queria aproveitar a oportunidade e convidar toda minha família e amigos para lutar junto comigo no Favela Kombat 33, que vai acontecer na cidade de Maricá, no dia 12 de outubro, a partir das 18h30. Juntos somos mais fortes.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade